Especialista dá dicas para se preparar para ITA e IME


Os vestibulares do Instituto Militar de Engenharia (IME) e do Instituto Tecnológigo de Arenonáutica (ITA) são concursos de altos níveis e exigem do candidato muita preparação e disciplina. Além do aprendizado específico para a realização da prova, é importante que o candidato esteja com corpo e mente alinhados para garantir um bom desempenho na avaliação.

"O aluno precisa estar descansado pra enfrentar uma prova que exigirá muito raciocínio. Uma boa noite de sono no dia anterior, alimentação adequada e muito descanso na véspera será um grande diferencial", ressaltou Renato Biancardi, diretor do Colégio Curso Progressão.

Há quase duas décadas atuando em cursos preparatórios, sendo boa parte voltada para concursos para ingresso na carreira militar, Biancardi preparou, especialmente para os leitores da FOLHA DIRIGIDA, cinco dicas especialis para quem se prepara para se submeter aos exames de admissão aos cursos de graduação na área militar oferecidos pelo IME e pelo ITA.

veja abaixo as cinco dicas do professor a graduação militar:

1) Plano de Estudos - Sem planejamento fica muito difícil conquistar qualquer objetivo, mas quando o objetivo é passar para um dos mais difíceis vestibulares do Brasil, fica impossível. Portanto, uma tabelinha com os horários bem definidos ajudará bastante o aluno a se organizar e a eliminar aquelas atividades diárias que consumiriam bastante o seu tempo de forma improdutiva. A partir de uma organização de sua rotina, o aluno então vai definindo um horário pra cada coisa, mas deixo um alerta: não haverá muita coisa ou quase nenhuma pra escrever nessa tabela além de “estudar”.

2) Organização - Importantíssimo ter um local de estudos organizado, onde você tenha as “ferramentas” à mão para estudar.

3) Material de Estudo - Tenha sempre algo para estudar em qualquer lugar: engarrafamentos, filas, deslocamentos, etc. São tempos valiosos que o aluno pode aproveitar. Tenha sempre um aplicativo com vídeo-aulas, materiais em PDF ou quaisquer outros que possam ser usados nesses momentos. Um fone de ouvido na mochila também ajudará bastante.

4) Limites - A excelência vem da dedicação. Quanto mais treino, melhor o resultado. Mas, respeite seus limites, os limites da sua mente e do seu corpo. É preciso prever sempre um tempo de pausa entre os estudos, um tempo para atividade física e para descanso. A atividade física é um grande aliado nessa caminhada e o sono é um componente fundamental.

5) Auto-conhecimento - O aluno ficará durante longas horas sozinho, estudando, portanto há uma grande oportunidade para se conhecer melhor. Com o tempo o aluno irá percebendo que não deve seguir o mesmo padrão de todos os outros alunos e que a adaptação ao eu próprio organismo irá lhe beneficiar e melhorar sua performance. Com o tempo o aluno descobre qual a melhor hora do seu aprendizado, qual a matéria terá de estudar mais ou menos, quantas horas deverá estudar por dia etc. O importante é sempre medir o resultado através das notas dos simulados, caso o aluno esteja matricula

Serviço
http://www.ime.eb.br/
http://www.ita.br/

Por: Larica Santos - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações