Vestibular Estadual 2017: Professores orientam os estudos nesta reta final


No próximo dia 16 de outubro, será aplicado o 2° exame de qualificação do Vestibular Estadual 2017 — que reúne vagas para a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), o Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo) e para o curso de formação de oficiais da Academia de Bombeiro Militar D. Pedro II, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (ABM Pedro II/CBMERJ). Para ajudar os estudantes nessa reta final de preparação, a FOLHA DIRIGIDA foi conversar com professores de cursos preparatórios para colher dicas sobre como o candidato deve se comportar nesses dias que antecedem a prova.
 
"Comparando com o 1º exame, a prova do dia 16 poderá vir com o mesmo nível de dificuldade ou até mais fácil. Porém, não justifica o aluno diminuir o ritmo dos estudos, uma vez que o exame discursivo acontecerá já no início de dezembro", disse Amanda Moreira de Medeiros, professora de Matemática do Sistema Elite de Ensino.
 
Professor de sociologia e filosofia no Preparatório Social Monteiro Lobato, projeto que é fruto de uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu, Elisaber Rocha ressaltou o fato de a prova, comparada a outros vestibulares, ser curta, o que facilita a vida do estudante, pois não provoca um desgaste mental tão grande. "É importante, principalmente, concentrar os estudos em conhecimentos relativos à sua área. Se a pessoa quer fazer curso de Humanas, como Ciências Sociais, é importante que ela dê ênfase às matérias específicas para essas àreas, porque assim terá certeza de conseguir uma nota melhor nessa primeira fase."
 
Ainda segundo Amanda, é importante descansar bem na véspera da prova e não tentar aprender conteúdos novos, pois todos os conteúdos já foram estudados. Elisaber destacou a importância de se organizar para chegar com atecedência ao local, evitando os riscos de se atrasar. O ideal é que o estudante procure, um dia antes, conhecer o local onde realizará o exame. Mas os dois professores concordam que o mais importante é controlar a ansiedade e manter a calma durante a prova.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações