Concursos > TJ-PR

  • Imprimir:
  • Compartilhe
Última Atualização - 22/07/2013

Inscrições abertas para técnico judiciário. 2º grau

Boa oportunidade para quem possui nível médio completo. O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) está com inscrições abertas para o concurso que visa a preencher 160 vagas para o cargo de técnico judiciário - nível inicial, com remuneração de R$5.029,41. Oito vagas são destinadas aos portadores de deficiência e 16 a candidatos afrodescendentes.
 
Os interessados podem realizar as inscrições até o dia 8 de agosto, somente via internet, no site do TJ-PR. Após preencher o cadastro será preciso imprimir o boleto para efetuar o pagamento da taxa no valor de R$100, que poderá ser quitada até o dia 9. Ao se increver, o candidato deverá optar por uma das três categorias: concorrência geral, vagas reservadas ou vaga reservada a portadores de necessidade especial. Haverá isenção do valor da taxa para aqueles que possuem baixa renda.
 
Para isso, os candidatos que se encaixam nesse perfil devem preencher formulário específico, diponível no site do TJ-PR e protocolar junto ao Centro de Protocolo Judiciário (Praça Nossa Senhora Salete, s/n, Edifício do Palácio da Justiça, 1º andar), até o dia 8 de agosto, das 12h às 18h. As atribuições do cargo são, entre outras funções, realizar atividades de apoio administrativo e suporte nas diversas unidades do Tribunal de Justiça, auxiliar nas tarefas de movimentação processual e prestar atendimento ao público interno e externo. A validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogada por mais dois.
 
Etapas - O concurso será realizado na cidade de Curitiba e contará com uma única fase, composta por prova escrita com 50 questões objetivas e uma discursiva. Os locais, datas e horários para a realização da avaliação serão divulgados com antecedência de 15 dias no site do TJ-PR. A duração da prova será de cinco horas, incluindo o tempo para preenchimento do cartão resposta.
 
As 50 questões da prova valem 50 pontos e serão dividas em: Língua Portuguesa (20), Matemática (10), noções de Direito e Legislação (10), Informática (5) e Conhecimentos Gerais e Atualidades (5). Só será corrigida a questão discursiva de Língua Portuguesa, que também equivale a 50 pontos, daqueles que acertarem 60% da prova objetiva. A nota final será obtida pelo somatório do número de acertos nas
questões objetivas, sendo que cada acerto equivale a um ponto, e a nota da questão discursiva. Serão considerados aprovados os candidatos que alcançarem nota igual ou superior a sessenta pontos. Em caso de empate na nota final, o desempate beneficiará o candidato que obtiver maior nota na questão discursiva. Se o empate persistir, será beneficiado o candidato mais idoso.

Comentários

Para publicar comentários, assine ou faça login.

  • Siga a Folha Dirigida nas redes sociais