Notícia principal

Banco define datas e vagas após o feriado


O Banco do Brasil (BB) e a Fundação Cesgranrio, organizadora, voltarão a se reunir para tratar do próximo concurso de escriturário, que incluirá o Rio de Janeiro. Na pauta do encontro há tópicos importantes e que decidirão o rumo da seleção, sendo o primeiro deles o cronograma. A diretriz do BB de divulgar o edital em maio, três meses antes de o prazo de validade do concurso anterior expirar, será levada em conta, mas é possível que haja um alteração nessa previsão, fazendo com que o documento seja divulgado em junho. A causa da mudança é o outro item a ser debatido e resolvido na reunião: a definição da oferta de vagas imediatas, após o acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF).
 
Para fixar quantas vagas oferecerá, o BB depende de um mapeamento interno da necessidade, atividade rotineira na empresa, pois depende dele para a convocação dos integrantes do cadastro de reserva. A prova desse mapeamento é que fontes ligadas ao BB afirmaram que, de um quadro fixado em 120.454 funcionários, a empresa possui 111.922 atualmente em atividade. Há necessidade, portanto, de mais de 8 mil funcionários em todo o país. 
 
Apesar dos dois entraves, o BB já definiu estrutura e programa, que deverão ser os mesmos do concurso em andamento para 15 estados. Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, composta por 70 questões, além de uma redação. Haverá 25 questões de Conhecimentos Básicos e 45 de Conhecimentos Específicos, com a redação sendo do tipo dissertativo-argumentativo. Os interessados devem seguir se preparando, tendo em vista que a seleção promete ser bastante concorrida.
 
Vantagens - O cargo de escriturário exige o nível médio e tem rendimento inicial de R$3.280, somando salário-base de R$2.227,26, ajuda-alimentação de R$572, vale-refeição de R$431,16 e vale-cultura de R$50. Os funcionários do BB têm direito ainda a ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros ou resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica (planos de saúde), previdência privada e participação no Programa de Qualidade de Vida no Trabalho. Além do Rio, a seleção será destinada ao Amazonas (parte do estado), Espírito Santo, Minas Gerais (parte), Rio Grande do Sul e Santa Catarina (parte). O BB contrata pelo regime celetista. 
 
Para o procurador, mudança acaba com falsa expectativa
 
O procurador do Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF) Carlos Eduardo Carvalho Brisolla acredita que o acordo firmado com o Banco do Brasil (BB), para que faça seleções somente para vagas imediatas, foi uma vitória que traz transparência aos concursos e respeito aos candidatos. "É um acordo muito importante, porque traz mudanças na formatação dos concursos do banco. Acredito que com essa decisão haverá mais transparência, alterando o fato de termos um grande número de candidatos com falsas expectativas em relação ao concurso", assinalou. 
 
Carlos Brisolla explicou ainda como o BB poderá definir a oferta de vagas imediatas. De acordo com ele, apesar de o banco ter diversos movimentos de pessoal internos, e ser difícil mensurar uma quantidade de vagas, é possível ter um número aproximado, possibilitando ao candidato saber a qual oferta de vagas está concorrendo. O procurador destacou ainda que o cadastro de reserva, além das vagas imediatas oferecidas, continuará sendo formado, assim como acontece em diversos outros concursos.
 
No entanto, segundo Carlos Eduardo Brisolla, esse cadastro também deverá ser dimensionado. "A nossa atuação é pautada no interesse público, o que inclui os candidatos dos concursos e o próprio banco. Esperamos, portanto, mais transparência e obediência à Constituição", frisou. O acordo judicial foi firmado no dia 7 deste mês.
 
Com ele, serão convocados, pelo menos, 2.627 aprovados em concursos com prazo de validade em aberto. Serão pelo menos 500 habilitados do edital nº 01/2013, que inclui o Rio de Janeiro, 1.177 do edital nº 02/2013 e 950 do 03/2012. No edital nº 02/2014, cujo concurso está em andamento, o BB irá encaminhar, em 90 dias, após a homologação do resultado final, o número de vagas abertas. Os aprovados que estiverem dentro desse quantitativo serão nomeados. A multa por descumprimento é de R$300 mil. 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações