Notícia principal

BB: pessoal sofre com sobrecarga de trabalho


O Banco do Brasil (BB), que segue sem informar qualquer previsão de abertura de concurso para escriturários, mesmo sem um cadastro de aprovados em 15 estados, viu, em um ano, aumentar a carga de trabalho sobre seus funcionários. Dados do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), apresentados pelo Sindicato dos Bancários, mostram que o número de clientes por empregados do BB aumentou de 494, em junho de 2015, para 518, em junho deste ano. Enquanto não abre concursos e a carência de pessoal aumenta, o banco viveu queda de 18% no lucro líquido do segundo trimestre deste ano. No Rio, a seleção para escriturários (nível médio e R$3.613,58) chegou a estar prevista, mas acabou sendo adiada por conta da grave crise econômica.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações