Notícia principal

Aprovados de 2011 dos Correios ganham mais uma na Justiça!


Os aprovados no concurso para agente de Correios de 2011 (carteiro, operador de triagem e transbordo e atendente comercial) conquistaram mais uma vitória na Justiça. No último dia 30, a 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região manteve a determinação para que os Correios contratem os aprovados naquela seleção, até a quantidade constatada de terceirizados contratados irregularmente.
 
Na decisão, referente a recurso apresentado pela estatal, os desembargadores acataram o pedido para anular a prorrogação da validade do concurso até o fim do processo em curso (até o trânsito em julgado). Apesar disso, foi garantido o direto à contratação dos aprovados dentro do critério mencionado, determinado em decisão de 2014 da 15ª Vara do Trabalho de Brasília. Os Correios, no entanto, informaram que irão recorrer.
 

Déficit de pelo menos 20 mil trabalhadores nos Correios

 
Enquanto isso, os trabalhadores da empresa seguem reclamando da sobrecarga de trabalho, em função da falta de pessoal. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), durante a negociação do acordo coletivo de trabalho do ano passado, a empresa reconheceu um déficit de 20 mil trabalhadores apenas na área operacional.
 
"Só que eles queriam suprir esse déficit com concurso para temporários e nós não aceitamos. Queremos concurso para afetivos", disse, em agosto deste ano, o secretário-geral da federação, José Rivaldo. Para a Fentect, a defasagem é de 30 mil trabalhadores.
 
A empresa chegou a anunciar no ano passado um novo concurso para cerca de 2 mil vagas para carteiro (remuneração de pelo menos R$3.164,46 a partir de fevereiro) e operador de triagem e transbordo (R$2.627,96), ambos de nível médio, mas a seleção foi suspensa temporariamente em função da crise nas contas do governo.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações