Entrar Assine

Notícias sobre Correios - 2017 - carteiro e operador de triagem

Empresa rejeita prazo para abertura de concurso

Acesso para Assinante


A proposta de acordo coletivo de trabalho apresentada pelos Correios aos funcionários da empresa não contém a cláusula proposta pela categoria, fixando prazo para a abertura do concurso da estatal.

Correios: déficit de pessoal gera ameaça de greve geral

Acesso para Visitante


Os trabalhadores dos Correios ameaçam entrar em greve geral a partir das 22h desta quarta-feira, dia 14, caso não haja avança nas negociações em torno do acordo coletivo de trabalho (ACT), que inclui reivindicação de concurso público.

Expectativa grande por novo concurso para os Correios

Acesso para Assinante


A expectativa é que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos finalmente abra no próximo ano o seu aguardado concurso para carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87).

Interessados nos Correios não devem adiar os estudos

Acesso para Assinante


O aguardado concurso dos Correios dificilmente será realizado ainda este ano. Mas engana-se quem acredita que deve esperar até o ano que vem para começar a se preparar para a disputa das vagas de carteiro e operador de triagem e transbordo que deverão ser abertas, com exigência apenas do ensino médio completo e ganhos iniciais de pelo menos R$2.885,37 e R$2.348,87, respectivamente. Especialista em preparação para concursos públicos, o professor Evandro Guedes do Alfacon ressalta que os interessados na seleção devem iniciar os estudos o quanto antes.

Correios reconhecem carência de 20 mil, diz federação

Acesso para Assinante


Segundo o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), José Rivaldo, carência é reconhecida pela própria empresa. Categoria irá lutar por concurso e melhores condições de trabalho e promete greve geral a partir de setembro, caso não tenha pauta de reivindicações atendida. Há exigência de concursos em até seis meses após a assinatura do acordo coletivo de trabalho deste ano. Empresa chegou a anunciar concurso para carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87), mas seleção foi suspensa.  

Federação quer concurso para os Correios até início do próximo ano

Acesso para Assinante


Federação dos trabalhadores da empresa protocolou proposta de acordo coletivo de trabalho com cláusula para a garantia de concurso em até seis meses depois da assinatura do documento. Acordo deverá ser celebrado até setembro e caso dispositivo seja mantido, seleção, que era aguardada para este ano, poderá acontecer até o início do ano que vem.

Federação cobra concurso do novo presidente

Acesso para Assinante


Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) voltou a se reunir no último dia 17 com o novo presidente dos Correios, Guilherme Campos, e cobrou, entre outros, a realização de concurso para a estatal.  Empresa diz aguardar diretrizes do governo do presidente interino, Michel Temer, quanto à seleção suspensa no ano passado. Estavam previstas cerca de 2 mil vagas e formação de cadastro de reserva no cargos de agente de Correios, de nível médio, nas atividades de carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37, incluindo benefícios e adicionais) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87), em diversas localidades. Oferta, porém, teve que ser revista. Faça login e saiba mais! 

Federação cobra concurso do novo ministro

Acesso para Assinante


Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) cobrou do novo ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, atenção às demandas da categoria, entre elas, a realização de concurso urgente. Estatal diz que aguarda as diretrizes do governo do presidente interino, Michel Temer, com relação ao concurso da estatal, suspenso temporariamente no ano passado. Seriam abertas cerca de 2 mil vagas e formado cadastro para agente de Correios, de nível médio, nas atividades de carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37, incluindo benefícios e adicionais) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87). Oportunidades seriam distribuídas por diferentes estados e Distrito Federal. Faça login e saiba mais!  

Empresa aguarda posição do novo governo

Acesso para Assinante


Com a mudança de governo, Correios aguardam posicionamento com relação ao concurso em pauta na empresa. Seleção suspensa temporariamente no ano passado tinha previsão de cerca de 2 mil vagas e formação de cadastro de reserva no cargo de agente de Correios, de nível médio, nas atividades de carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87). Demanda teve que ser reavaliada pela estatal. Faça login e veja distribuição de vagas e etapas que estavam previstas, alémd de outras informações!

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações