Notícias sobre INSS - 2015 - Técnico e Analista - 950 vagas

TCU aponta risco de colapso e recomenda concurso

Acesso para Assinante


O Tribunal de Contas da União (TCU) tem sido grande personagem no processo de autorização do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), esperado por milhares de concurseiros. O TCU analisou a situação delicada que a autarquia vive e constatou que a atual conjuntura é gravíssima: se não for realizada uma nova seleção, o INSS correrá risco de entrar em colapso. 

Instituto pode perder metade dos seus servidores

Acesso para Assinante


O Tribunal de Contas da União (TCU) apresentou novos dados que refletem os problemas de pessoal que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) enfrenta: se não for realizado um concurso, a autarquia federal poderá ficar sem metade de seus servidores em até três anos.  

Vídeo sobre Ética completa série com análise do edital

Acesso para Visitante


Quem sonha com uma vaga de técnico no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode contar com a ajuda da FOLHA DIRIGIDA Online durante os estudos. Para proporcionar uma boa preparação a seus assinantes, foi preparado um farto material para quem deseja alcançar a aprovação. A novidade é um especial para o INSS, chamado de Comentários do Edital, cuja estreia ocorreu na segunda, 17 de novembro. Toda a série de oito vídeios já foi publicada, com análises detalhadas do edital do concurso de 2011.

Exclusivo: presidente garante realização do concurso

Acesso para Assinante


Assim como o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Lindolfo Neto de Oliveira Sales, confirmou o concurso para a autarquia, destacando que está otimista em relação à sua autorização pelo Ministério do Planejamento. “O concurso ocorrerá, e não tenho dúvidas disso. Eu sou otimista de natureza, e acho que o governo federal trabalha muito profissionalmente nessa questão”, afirmou na tarde da última terça-feira, dia 18, em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA.

Declarações do ministro reanimam candidatos

Acesso para Assinante


Anunciado há vários meses, como uma necessidade urgente do INSS, o concurso para técnico do seguro social acabou adiado por conta de vários fatores, entre os quais, o período de eleições e isso deixou muitos candidatos em dúvidas, mesmo diante das reiteradas confirmações de que o concurso seria inevitável. Considerada uma das melhores opções de nível médio na carreira pública (sobretudo pela remuneração inicial: R$4.400 mensais para nível médio), esse concurso vinha despertando o interesse de milhares de candidatos, muitos dos quais tiveram uma nova injeção de ânimo depois das recentes declarações do ministro da Previdência, Garibaldi Alves, semana passada, em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA.

Déficit de pessoal torna concurso 'inevitável'

Acesso para Assinante


O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, afirmou na última quarta-feira, dia 12, com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA, que a abertura do concurso para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma de suas prioridades à frente da pasta. Segundo ele, os interessados em participar da seleção devem manter os estudos em dia, pois a seleção irá acontecer.

Confiante na autorização, Instituto recomenda que candidatos estudem

Acesso para Assinante


Diante da grande carência de pessoal, o que motivou uma recomendação do próprio Tribunal de Contas da União para a contratação de novos servidores, e diante da preocupação do governo federal em evitar maiores dificuldades no atendimento dos postos do INSS, a expectativa é de que o Ministério do Planejamento agilize a autorização para o concurso de técnico do seguro social que foi solicitado pelo INSS.

Granjeiro indica estudo antes de sair a autorização formal

Acesso para Assinante


Apesar da demora na autorização do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), os interessados não podem descuidar-se dos estudos nem ficarem desestimulados. Segundo o especialista em concursos Wilson Granjeiro, faz parte da vida dos concurseiros ter paciência.

Déficit de servidores pode crescer 18.420 até 2017

Acesso para Assinante


Até 2017, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terá 18.420 servidores em condições de pleitear a aposentadoria, segundo a Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social (Anasps). 

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações