Folha Dirigida Entrar Assine

Notícias sobre Fazenda - 2015 - Assistente e Analista

Sindicato vai à Receita para viabilizar concurso


Presidente do Sindicato Nacional do Servidores Administrativos do Ministério da Fazenda (SindFazenda), Luís Roberto da Silva, afirmou à FOLHA DIRIGIDA que cobrará novo concurso para servidores administrativos em reunião nesta terça-feira, dia 3, com o coordenador-geral de Gestão de Pessoas da Receita Federal, Antonio Marcio Aguiar. Pedido de autorização a ser reapresentado ao Ministério do Planejamento é para 3.930 vagas, sendo 3 mil para assistente técnico-administrativo (de nível médio; com remuneração inicial de R$3.756,82) e 500 para analista técnico-administrativo (superior; R$4.969,02). Solicitação do ministério inclui vagas para outras instituições fazendárias como Receita Federal, Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Superintendência de Seguros Privados (Susep) e Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Faça login e saiba mais!

Indefinição quanto ao novo pedido de concurso


Após o ministro do Planejamento, Valdir Simão, ter anunciado que será mantida, no próximo ano, com algumas exceções, as restrições aos concursos no Executivo federal, passou a ser incerta a reapresentação ao Ministério do Planejamento do pedido de novos concursos para órgãos do Ministério da Fazenda. A pasta tem demanda de concursos para 9.289 vagas, sendo 5 mil vagas para a Receita Federal (3 mil de analista-tributário e 2 mil de auditor-fiscal, ambos de nível superior, com remuneração inicial de R$10.623,92 e R$18.754,20, respectivamente) e 3.500 vagas para a área administrativa do ministério (3 mil para assistente técnico-administrativo, de nível médio, com iniciais de R$3.756,82, e 500 para analista técnico-administrativo, de nível superior, com remuneração começando em R$4.969,02). O prazo para o envio da solicitação vai até 31 de maio. Faça login e leia mais!

Novo concurso será analisado pelo Planejamento


Entre os pedidos de concurso que o Ministério do Planejamento irá analisar este ano estão os feitos pelo Ministério da Fazenda para vários órgãos que compõem a sua estrutura. Além de cargos da própria pasta, a Fazenda solicitou concursos para a Receita Federal, Susep, entre outros. São oportunidades voltadas para quem possui o ensino médio ou superior completo, com remunerações que variam de R$3.671,82 a R$16.116,64. (...) #vaiterconcurso

Nova solicitação deverá ser feita até maio


Até o fim de maio deste ano, prazo definido pelo Ministério do Planejamento, o Ministério da Fazenda deverá reapresentar o pedido visando à autorização de concursos para diversos órgãos ligados à pasta. Entre as seleções mais aguardadas estão a de assistente técnico-administrativo (ATA), de nível médio, com remuneração inicial de R$3.671,82, e a de analista-tributário e auditor-fiscal da Receita Federal, ambos de nível superior (qualquer área), com iniciais de R$9.629,42 e R$16.116,64, respectivamente. (...)

Órgãos brigarão por abertura de concursos em 2016


O Ministério da Fazenda é um dos órgãos federais que irá lutar pela realização de concursos em 2016. Após a suspensão das seleções públicas anunciada em setembro, o Ministério do Planejamento admitiu que poderá conceder autorizações excepcionais, em casos de emergência ou grande necessidade. A abertura dos concursos dependerá, portanto, da força política e do poder de negociação dos órgãos e categorias. #vaiterconcurso

Volta a tramitar pedido de 9.289 vagas


Apesar de o governo federal ter anunciado no mês passado a suspensão dos concursos, como parte do esforço para ajustar as contas públicas no próximo ano, o pedido de seleção para órgãos do Ministério da Fazenda voltou a tramitar no Ministério do Planejamento, no último dia 6. A solicitação é de 9.289 vagas em cargos dos níveis médio e superior (...)

Sindicato vai lutar para viabilizar concurso


O presidente do Sindicato Nacional dos Servidores Administrativos do Ministério da Fazenda (Sindfazenda), Luís Roberto da Silva, garantiu que a entidade irá lutar para que o concurso solicitado para a área de apoio do órgão seja realizado mesmo com a suspensão anunciada para 2016 pelo governo federal, no último dia 14. O sindicato tentará ainda fazer com que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) prevendo o fim do abono de permanência, outra medida pretendida, não seja nem mesmo enviada ao Congresso Nacional. (...)

3.930 vagas para cargos de 2º e 3º graus


O Ministério da Fazenda tem pedido em análise no Ministério do Planejamento, visando à realização de concurso para até 3.930 vagas em cargos dos níveis médio e superior. Das vagas solicitadas, 3 mil são para assistente técnico-administrativo, de nível médio, com remuneração inicial de R$3.671,82, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373. Outro destaque são as 500 vagas de analista técnico-administrativo, que admite graduados em qualquer área e tem ganhos iniciais de R$4.884,02 (também com auxílio). (...)

Cargos dos níveis médio e superior, com até R$16.100


Após a liberação do Orçamento da União para 2015, que se deu com a publicação do decreto de programação orçamentária, no fim de maio, o chamado contingenciamento, diversas autorizações de novos concursos e nomeações de aprovados foram expedidas pelo Ministério do Planejamento. E como o aperto anunciado pelo governo não incidiu diretamente na área de pessoal, muitas outras permissões são esperadas até o fim deste ano. Somente o Ministério da Fazenda solicitou para este ano 9.289 vagas em cargos dos níveis médio e superior, com ganhos iniciais variando de R$3.700 a R$16.100.

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações