Folha Dirigida Entrar Assine

Notícias sobre PGE-RJ - 2014 - Médio e Superior

Concurso procurador da PGE-RJ: TJ decide que concurso obedeceu a legislação


Os desembargadores da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (TJ-RJ), por votação unânime, decidiram que a realização do XVII concurso público para a procurador do Estado do Rio de Janeiro, realizado de 9 a 16 de abril de 2013, obedeceu a todos os critérios exigidos pela legislação

Demora pode gerar vagas, diz vice-presidente da comissão do concurso da PGE-RJ


Vice-presidente da comissão responsável pelo concurso PGE-RJ 2016, a procuradora Renata Ruffo Rodrigues revelou que a demora para abertura do concurso da área de apoio poderá render até vagas imediatas, já que muitas aposentadorias e saídas de servidores têm acontecido. Embora parada devido à crise do estado, a comissão espera retomar os trabalhos alguns meses antes do término, em junho de 2017, das restrições anunciadas por Francisco Dornelles. O concurso, que, segundo ela, estava próximo de ser aberto até a crise, deverá acontecer no ano que vem, após o fim da suspensão. 

Procuradora-geral recomenda: \"continuem estudando\". Veja entrevista exclusiva


Preocupada com o quadro de pessoal da PGE-RJ e ansiosa pelo fim da grave crise econômica, a procuradora-geral do estado, Lucia Léa Guimarães Tavares, explicou o porquê da demora para ser aberto o concurso da área de apoio e das expectativas para a seleção. Segundo ela, "o concurso irá acontecer" e, por isso, os milhares de interessados devem manter os estudos. A carência de procuradores também foi destacada por Lucia Léa, que anunciou o desejo de abrir concurso para o cargo: "Já estou com oito vagas em aberto." 

\"O concurso da PGE-RJ irá acontecer\", diz procuradora-geral


O concurso PGE-RJ 2016 para técnicos e analistas processuais da área de apoio da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ), aguardado por milhares de pessoas e que acabou atrasando por conta da grave crise econômica, segue confirmado, e poderá ser aberto logo após o término das restrições orçamentárias, em junho do ano que vem. A expectativa foi dada pela procuradora-geral, Lucia Léa Guimarães Tavares, que se mostrou preocupada com o atual quadro de pessoal da PGE-RJ.  O concurso será para cadastro de reserva, contemplando os cargos de técnico e analista processuais. Os ganhos iniciais são de até R$6.382.

Procuradoria-RJ é outra opção para candidatos do MP


O concurso da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ), para técnicos e analistas judiciários, previsto para sair entre o fim deste ano e o início de 2017, pode ser uma boa oportunidade para aqueles que não obtivereram um bom rendimento na prova objetiva do concurso do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ). É que as seleções possuem disciplinas e programas semelhantes. Quem estudou para o MP, portanto, também se preparou para a PGE-RJ.  A seleção visará à formação de cadastro de reserva nos cargos de técnico processual (nível médio), técnico contábil, técnico de sistemas de métodos (ambos de nível médio/técnico), todos com remuneração de R$4.542,42 (podendo chegar a R$5.676 com titulação). Haverá chances ainda chances para analista em várias áreas (superior), com rendimento de R$6.382 (podendo chegar a R$7.516). 

Procuradoria espera melhoria das condições econômicas


A Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) trabalha com a previsão de divulgar o edital do concurso para técnicos e analistas judiciários entre o fim deste ano e o início de 2017. A seleção visará à formação de cadastro de reserva nos cargos de técnico processual (nível médio), técnico contábil, técnico de sistemas de métodos (ambos de nível médio/técnico), todos com remuneração de R$4.542,42 (podendo chegar a R$5.676 com titulação). Haverá chances ainda chances para analista em várias áreas (superior), com rendimento de R$6.382 (podendo chegar a R$7.516). Para o 3º grau, as oportunidades serão para Administração, Contabilidade, Análise de Sistemas, Biblioteconomia, Medicina, Comunicação Social, Direito e Engenharia/Arquitetura.

Expectativa pela oficialização da organizadora


Quem sonha em ingressar no serviço público do Estado do Rio de Janeiro teve, nos últimos meses, que manter-se motivado e estudando, apesar da grave crise econômica que afetou os concursos públicos.Contudo, apesar de muitos acharem que as seleções previstas poderiam ser canceladas, as recentes notícias da Procuradoria Geral do Rio mostram que quem conseguir manter a preparação em dia poderá ter o retorno disso no futuro, possivelmente no ano que vem.   A seleção visará à formação de cadastro de reserva nos cargos de técnico processual (nível médio), técnico contábil, técnico de sistemas de métodos (ambos de nível médio/técnico), todos com remuneração de R$4.542,42 (podendo chegar a R$5.676 com titulação). Haverá chances ainda chances para analista em várias áreas (superior), com rendimento de R$6.382 (podendo chegar a R$7.516). Para o cargo de 3º grau, as oportunidades serão para Administração, Contabilidade, Análise de Sistemas, Biblioteconomia, Medicina, Comunicação Social, Direito e Engenharia/Arquitetura. O regime de contratação é o estatutário (estabilidade).

Professor aponta características da FCC


A Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) retomou os preparativos do concurso para técnicos e analistas judiciários e, por isso, os interessados devem voltar a intensificar a preparação. O alerta é da especialista em concursos, Rachel Almeida, do Concurso Virtual.

Oficialização da FCC é a próxima providência


O próximo passo da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) rumo ao concurso de técnicos e analistas judiciários, dos níveis médio, médio/técnico e superior, é oficializar a Fundação Carlos Chagas (FCC) como organizadora.

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações