Folha Dirigida Entrar Assine

Estudantes buscam formas de reduzir a ansiedade


Nessa altura do campeonato, muitos inscritos no Enem estão apreensivos. No entanto, ansiedade demais pode atrapalhar na hora da prova. Daí a importância de saber se controlar e administrar o nervosismo. Para aliviar a tensão dos alunos, alguns colégios têm criado projetos que buscam proporcionar relaxamento através de diversas atividades. Na última sexta, dia 23, o Colégio da Imaculada Conceição, em Botafogo, realizou o projeto Vest CIC, idealizado pelas coordenadoras Elsa Ennes e Cynthia Moreira.

Os alunos da 2ª e 3ª séries do ensino médio receberam a visita de Marcus Vinícius Nunes, profissional de Educação Física e autor de livros, que fez uma palestra motivacional, exercícios aeróbicos e atividades lúdicas. Tudo em prol de um objetivo: aliviar a pressão sob a qual os estudantes se encontram. Segundo a professora Elsa, a iniciativa busca mostrar aos alunos que tudo pode ser visto de forma mais tranquila. “Queremos que eles não fiquem focados somente nesta questão da prova, da cobrança, e, para isso, vamos trabalhar a motivação”, disse. Já Cynthia ressaltou que os estudantes estão cansados e estressados nessa reta final e, por isso, é importante que eles tenham momentos de relaxamento. “
 
O Enem, além de ser uma prova de conhecimentos, é um desafio físico, pois são várias horas durante dois dias seguidos”, explicou. Thatiana Napolitano, 17 anos, é aluna do 3º ano e quer estudar Comunicação Visual e Design na UFRJ. A vestibulanda disse estar nervosa. “Agora é para valer: ou eu entro ou não entro na faculdade”, constatou. Para Thatiana, toda ajuda é bem-vinda. “Esses eventos permitem que possamos nos concentrar mais, que fiquemos mais focados e que não esqueçamos o que aprendemos na escola”, argumentou.

Já Eduardo Grillo, 16 anos, ainda não está em seu ano decisivo. Ele cursa o 2º ano, mas se prepara para o Enem como se estivesse no último. “Fazer o Enem como teste irá permitir que eu avalie meus estudos. Baseado no resultado, poderei me organizar melhor. Por exemplo, se meu desempenho não for tão bom, já vou me programar para o ano que vem. Afinal, é meu futuro que está em jogo”, concluiu.
 
Segundo o palestrante convidado Marcus Vinícius Nunes, está mais do que comprovado que um candidato relaxado tem melhores chances na hora da prova. “Essas dinâmicas quebram o gelo e favorecem a integração entre os alunos. Cada vez mais, as empresas têm percebido essa tendência”, disse. Marcus destacou a respiração como um dos pontos-chave da administração do estresse.
 
“Saber respirar é essencial. O ideal é que todos parem por cinco minutos, percebam a respiração e a façam da forma correta. O certo é levantar o peito, não a barriga. Devemos colocar uma mão no umbigo e outra acima do estômago. Se a mão acima do estômago mexer mais que a outra, ótimo, a respiração está correta. Dessa forma, alivia-se oestresse e diminui-se o ritmo dos batimentos cardíacos”, ensinou.

Por: LEANDRO SILVA - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações