Entrar Assine

Novas instituições portuguesas aceitam o Enem como forma de ingresso de brasileiros


Três novas instituições de ensino superior de Portugal utilizarão notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para  selecionar alunos brasileiros. São elas: Instituto Universitário de Ciências da Saúde, a Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e a Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa.
 
Maria Inês Fini, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), assinou o 19° acordo de cooperação com a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu), mantenedora das três instituições na região do Porto. 
 
A Cespu irá utilizar  a nota da prova de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias, como requisito de seleção de estudantes brasileiros interessados em um curso de graduação de uma das instituições.
 
Serão somadas a nota do Enem e a média das notas do aluno durante o ensino médio, como explica o  o diretor Luis Manuel Duarte Martins da Silva.
 
 “Hoje, 20% das nossas vagas são direcionadas a alunos internacionais. Se temos no Brasil uma prova nacional e reconhecida para avaliar o Ensino Médio, devemos usá-la. Vamos priorizar os alunos brasileiros que tiverem feito o Enem”, relatou.
 

Conheça outras instituições que também utilizam o Enem

 
Outras nove instituições já aceitam notas do Enem como forma de ingresso: Universidade de Coimbra; Universidade de Algarve; Instituto Politécnico de Leiria; Instituto Politécnico de Beja;
Instituto Politécnico do Porto; Instituto Politécnico de Portalegre; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Coimbra; Universidade de Aveiro; Instituto Politécnico de Guarda; Universidade de Lisboa; Universidade do Porto; Universidade da Madeira; Instituto Politécnico de Viseu; Instituto Politécnico de Santarém; Universidade dos Açores; Universidade da Beira Interior; Universidade do Minho; Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário.
 
A presidente do Inep, afirma que todas as mudanças realizadas no Enem 2017, serão devidamente informadas às instituições portuguesas que o utilizam o exame para selecionar estudantes brasileiros. “É uma atitude de deferência a todas essas instituições que reconhecem nosso Exame”, disse. 
 
Lembrando que os resultados obtidos no Enem de 2016 já poderão ser utilizados nas seleções desse ano.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações