Folha Dirigida Entrar Assine

Aeronáutica: hora de começar a preparação para disputa das vagas


A Aeronáutica confirmou a realização do concurso de admissão ao seu Curso de Formação de Sargentos (CFS-B). O edital para o processo seletivo das turmas I e II de 2013 será divulgado em breve. Entretanto, candidatos que sonham em ingressar na carreira militar e obter estabilidade não precisam aguardar pela divulgação das regras para iniciar os estudos. Segundo especialistas, é interessante que os futuros candidatos comecem a se preparar antes mesmo de o documento ser divulgado, uma vez que é possível pautar-se em informações básicas dos mais recentes processos seletivos.

Uma primeira medida para os candidatos que desejam prestar o concurso para a Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAr) é a leitura do último edital do concurso. De acordo com Róger Pereira, diretor do Cape Curso Preparatório, os concursos militares normalmente repetem as normas e conteúdos dos processos seletivos anteriores. Além disso, as eventuais mudanças que ocorrem costumam ser sutis.
 
"A chance de acontecer alguma alteração considerável é sempre muito pequena. Mas, normalmente, o último edital é a base de 90% do conteúdo, mesmo havendo alguma mudança. Entretanto, as chances de haver alterações nesses concursos militares são raras", disse Róger Pereira.
 
Outro ponto importante ao qual o candidato deve ficar atento é a abrangência dos conteúdos cobrados na prova para sargento da Aeronáutica. O concurso de admissão apresenta questões de quatro disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, Física e Inglês. Segundo Róger Pereira, o candidato deve aproveitar o tempo que tem pela frente para estudar, se possível, todos os tópicos descritos no conteúdo programático.

"O perfil da prova da EEAr exige que o candidato tenha uma maior abrangência de estudos, ou seja, início e término dos conteúdos a serem estudados para que ele possa ser mais competitivo na busca pela vaga. Se ele estudar apenas parte do programa, pode ficar dependente de uma questão na prova e não conseguir aprovação", disse o diretor, que destaca a importância do comprometimento do candidato com a preparação.

As provas do concurso para o CFS-B costumam ocorrer entre junho e julho. Caso essa tendência seja seguida com a divulgação do edital pela Aeronáutica, restam ainda cerca quatro meses para os candidatos se prepararem. Para Róger Pereira, esse tempo é suficiente para se fazer uma boa preparação, desde que o estudante possua uma base educacional regular.

Ainda de acordo com o diretor do Cape Curso Preparatório, o candidato pode organizar os seus estudos, separando os principais tópicos de cada disciplina, ou seja, aqueles que foram mais cobrados nas últimas provas. Além disso, quanto mais tempo o estudante tiver para se preparar para o
concurso, maiores serão suas chances de classificação.
 
"O estudante que iniciar sua preparação o quanto antes certamente será beneficiado, até por conta do estresse que os estudos podem causar. O candidato tem que estudar vários conteúdos e muitas matérias e quanto mais tempo ele tiver para estudar, mais abrangência de conteúdo ele terá no dia da prova", afirma o especialista.

Por: Daiane Possimoser - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações