Folha Dirigida Entrar Assine

CFS-B e EAGS: veja dicas para a prova de Português


Os concursos realizados pela Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR) são uma porta de entrada para muitos jovens que sonham em seguir carreira militar. Entretanto, para conseguir a classificação, é preciso enfrentar provas de quatro disciplinas, entre elas, Língua Portuguesa. Embora a aprovação possa parecer difícil, com algumas medidas é possível fazer uma boa prova e conquistar uma vaga na Aeronáutica.

Por ano, são realizados dois concursos de admissão para a EEAR: o Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS-B) e o Estágio de Adaptação para a Graduação de Sargento da Aeronáutica (EAGS). De acordo com Cléber da Costa, professor de Língua Portuguesa do Curso Tamandaré, as duas provas são muito semelhantes, apesar de exigirem níveis de formações diferentes.
 
"A diferença no perfil da prova da EAGS é que são 40 questões de Português, com o mesmo conteúdo que cai na prova do CFS-B, só que em quantidades maiores. A única exceção é a parte de fonemas, que vai cair na prova da EAGS e que não vai cair na CFS-B. Mas o nível de cobrança é exatamente o mesmo", afirmou o professor. A prova de Língua Portuguesa do concurso de admissão ao CFS-B é composta por 25 questões.

Outro ponto destacado pelo professor Cléber da Costa é que ambos os concursos tendem a cobrar mais os conhecimentos de gramática e não têm pegadinhas. O concurso do CFS-B, por exemplo, cobrou nos últimos anos 21 questões de conteúdo gramatical e apenas quatro de interpretação de texto. Ainda com base em concursos anteriores, o professor indica quais tópicos que tendem a ser cobrados esse ano.

"Sobre a prova do CFS-B, não posso afirmar qual texto irá cair. Mas tenho certeza que a prova terá questões de formação de palavras, substantivos, adjetivos, pronome, verbos, advérbio, conjunção, análise sintática (sujeito, predicado, complementos verbais, adjunto adnominal, vocativo e aposto), oração subordinada, concordância, regência, colocação pronominal, crase, pontuação e tipo de discursos", afirmou.

As questões que costumam trazer mais dificuldades aos candidatos são as de concordância e regência. Segundo o professor Cléber da Costa, isso ocorre porque esses tópicos são muito abrangentes e dificilmente são incorporados ao dia a dia. A solução, nesse caso, é que o candidato adquira uma boa carga de leitura. Além disso, é preciso organizar o ritmo de preparação para que seja possível estudar todos os tópicos sem se estressar.

"Eu sempre recomendo aos meus alunos que comecem os estudos em casa com meia-hora diária e aumentem com mais meia-hora a cada mês, de forma que o organismo deles possa ir absorvendo essa rotina de preparação. A melhor maneira de se organizar é compor um plano de estudos onde ele vai determinar o número de conteúdos estudados por dia ao longo de um semestre", disse o professor Cléber da Costa.

Os editais dos concursos de admissão para as turmas I/2013 e II/2013 do Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS-B) e do Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento da Aeronáutica (EAGS) serão divulgados em breve. A expectativa é de que as provas sejam aplicadas em junho.

Por: Daiane Possimoser - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações