Folha Dirigida Entrar Assine

Fuzileiros: sem mudanças no Programa de Português


Quem estuda para o concurso de admissão ao curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, em especial na Língua Portuguesa, precisa manter o foco mesmo ao saber que o edital, com o programa da prova escrita, nesta área, não contêm mudanças. Entre os assuntos mais frequentes, morfologia, sintaxe e classe gramatical merecem atenção do candidato.

A prova ocorre em abril e a dica, para o professor da disciplina no Curso Progressão Autêntico, Daniel Moraes, é aumentar o ritmo, pois com a alteração do nível de escolaridade do ensino fundamental para o ensino médio, o "terreno pisado" torna-se desconhecido. "Trabalhamos com possibilidades. O conteúdo cobrado era superficial, a partir de agora pode ser mais aprofundado."

No entanto, o docente acredita que como a mudança foi realizada este ano, a avaliação não deve sair dos moldes tradicionais na atual edição. "Foi uma surpresa, mas eles talvez aprofundem em determinados temas, como no textos encontrados ao longo da prova. De repente, ela seja mais interpretativa, uma tendência comum nos concursos públicos de agora", destacou o especialista.

Segundo Daniel de Moraes, tópicos como termos da oração, regência, crase, diferenças entre mau e mal, além de figuras de linguagem e acentuação devem ser estudados pelos alunos. No edital, constam 16 assuntos na parte gramatical, entre eles: transitividade verbal, voz ativa e passiva, colocação pronominal, denotação e conotação. Já na compreensão e interpretação de textos, o destaque é para intertextualidade, mecanismos básicos de coesão, vícios de linguagem e variação linguística.

De acordo com o professor, a organização dos estudos vai depender do candidato. Logo, ele recomenda ao aluno estabelecer metas. "Caso ele trabalhe, o tempo será escasso. Então, é melhor compreender o assunto do que estudar cinco horas."

Segundo o professor Daniel Moraes, o perfil da prova de Português, composta de 25 questões objetivas, é basicamente textual. "Ela tem um texto com bastante questões referentes a ele. O grande problema é que a prova não tem tanto aprofundamento, mas aborda muitos assuntos juntos. O interessante é o estudante levar a sério os estudos", finalizou.

Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações