Folha Dirigida Entrar Assine

IME: especialista orienta preparação dos candidatos


A primeira fase do vestibular do Instituto Militar de Engenharia está prevista para o dia 6 de outubro, enquanto a segunda deve ocorrer nos dias 29 de outubro e 1º de novembro. As provas podem parecer ainda estarem distantes, mas, para o candidato que deseja passar em um processo seletivo tão concorrido, a preparação deve começar agora.

Para o coordenador das turmas de IME/ITA do Sistema Elite de Ensino, Rodrigo Barcelos, o primeiro passo de um candidato para a aprovação é desejar muito a vaga. "Acho que a estratégia principal é a dedicação e a força de vontade. O candidato deve ter mesmo o sonho de passar no IME. Se ele tiver um trabalho árduo durante o ano, com certeza consegue passar na seleção", disse Rodrigo.

O vestibular do IME é formado por duas fases. Na primeira, o candidato fará uma prova objetiva com 40 questões de Matemática, Física e Química. Já a segunda fase é composta por três provas discursivas das disciplinas específicas (Matemática, Física e Química) e duas avaliações mistas, com questões discursivas e objetivas, de Português e Inglês.

De acordo com Rodrigo Barcelos, o candidato precisa se preparar de duas maneiras diferentes para a prova do IME. Para a primeira fase, é preciso ganhar rapidez e precisão, uma vez que cobra conceitos mais básicos e exige velocidade. Enquanto isso, na segunda fase é exigido um maior aprofundamento dos conhecimentos para enfrentar questões mais difíceis.
 
"Hoje a concorrência do vestibular do IME é muito grande e, às vezes, a diferença de um décimo faz você cair ou subir dez posições. Os alunos chegam a estudar de 10 a 14 horas por dia", afirmou Rodrigo Barcelos, que costuma dizer que os candidatos de vestibulares militares "abrem e fecham" o curso onde trabalha.

Segundo Rodrigo Barcelos, o melhor a se fazer na hora da prova é resolver as questões mais fáceis para assegurar a continuidade no concurso. "Eu costumo dizer para os meus alunos que primeiro você tem que garantir o quatro. O essencial é o candidato garantir a nota mínima para passar, depois ele pensa em classificação", aconselha Rodrigo.
 
Além de estar atento ao domínio do conteúdo presente no programa do vestibular, o candidato também deve estar atento à parte emocional. De acordo com Rodrigo Barcelos, os candidatos devem se manter calmos durante as provas, principalmente na de Matemática, na segunda fase. O teste tem peso três, o maior de todos, e é o primeiro da etapa final.
 
As inscrições para o vestibular do IME estarão abertas entre os dias 16 de julho e 31 de agosto. O Instituto Militar de Engenharia oferece os cursos de Engenharia em Fortificação e Construção, Eletrônica, Comunicações, Elétrica, Mecânica, Materiais, Química, Cartográfica e de Computação. Os cursos têm duração de cinco anos.
 
Serviço
www.ime.eb.br

Por: Daiane Possimoser - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações