Entrar Assine

Alunos desocupam unidades da Faetec


O prazo para que os estudantes da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) desocupassem as 10 unidades da instituição terminou às 12h desta quarta-feira, 6. Os alunos ocupavam os campi em protesto contra as condições precárias de ensino. A saída dos alunos faz parte de um compromisso entre os estudantes e a direção da Faetec, intermediado pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro, pela Comissão de Educação da Alerj e outros órgãos.

O acordo prevê, entre outras medidas reivindicadas pelos ocupantes, cumprir a limitação máxima de 45 alunos por turma; disponibilizar um canal permanente de atendimento à comunidade escolar e solucionar o problema na demora na emissão e distribuição dos cartões de gratuidade em ônibus.

Outras ações previstas são: disponibilizar uma nutricionista nas unidades com mais de 500 alunos; além de elaborar e propor, em um prazo de até 180 dias, estudo sobre a viabilidade de fornecimento gratuito de uniformes. Outro assunto importante na negociação que também avançou foi a transferência automática dos alunos do ensino fundamental para o médio.

Segundo o acordo assinado, a Faetec terá 60 dias para verificar a existência de legislação interna que impeça o acesso direto. Se houver, o texto precisará ser mudado para garantir as vagas do ensino médio aos alunos. Os defensores responsáveis pelo caso ressaltaram a importância do acordo e disseram que continuarão a acompanhar as negociações, pois ainda há questões a serem resolvidas.

Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações