Folha Dirigida Entrar Assine

Andes-SN faz avaliação positiva da greve nacional


Iniciada há aproximadamente 40 dias, a greve das universidades e institutos federais foi avaliada de forma positiva pelo Sindicato Nacional dos Docentes de Ensino Superior (Andes-SN). A entidade considerou adequada a postura do comando do Fórum Nacional das Entidades do Serviço Público Federal de recusar a proposta de reajuste do governo para o funcionalismo.

As dezessete entidades sindicais, entre elas o Andes-SN, que compõem o fórum rechaçaram, por unanimidade, a proposta salarial apresentada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), em reunião do dia 25 de junho, na qual o governo se comprometeu a conceder a conceder 21,3%, ao longo dos próximos quatro anos, distribuídos da seguintes forma: em 2016 (5,5%), em 2017 (5,0%), em 2018 (4,75%) e em 2019 (4,5%).

Além de rejeitarem a proposta, que não prevê reajuste para o ano de 2015, o fórum nacional de entidades entidades do funcionalismo também criticou a posição do governo federal, relativa a outras demandas, além da salarial. Os sindicalistas informaram que não aceitam a posição de só negociar outros pontos da pauta após a aceitação, pelo movimento nacional, do índice de reajuste proposto.

O comando nacional de greve do Andes-SN também divulgou nota de repúdio contra a postura do reitor da Universidade Federal do Pará, Carlos Edilson Maneschi, que entrou com ação liminar contra a postura dos grevistas de fechar os acessos aos campi da instituição.

Por: Diego Da - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações