Folha Dirigida Entrar Assine

Deputado diz que vai cobrar da Seeduc


O deputado André Lazaroni (PMDB) é o novo presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). O parlamentar assumiu o colegiado na quinta-feira, dia 9, no lugar que era ocupado pelo deputado Comte Bittencourt (PPS), licenciado do cargo para assumir a Secretaria de Governo do município de Niterói.

Lazaroni pretende dar continuidade ao trabalho realizado pelo seu antecessor e continuar avançando em prol da melhoria da educação pública do estado. "O trabalho desenvolvido pelo Comte nesses nove anos em que esteve à frente da comissão é reconhecido por todos e não pode parar. A comissão é um colegiado. Sou apenas o presidente. As metas serão definidas pelos membros", afirma.

Farão parte da Comissão de Educação da Alerj, como integrantes efetivos durante a presidência de André Lazaroni, os deputados Andreia Busatto (PDT), Bernardo Rossi e Pedro Fernandes, ambos do PMDB, Clarissa Garotinho (PR), Robson Leite (PT) e Claise Maria Zito (PSD).

Como suplentes, a composição do colegiado é formada pelos parlamentares Lucinha (PSDB), Luiz Martins (PDT), Roberto Dinamite (PMDB), Marcelo Freixo (PSol), Márcio Pacheco (PSC) e Inês Pandeló (PT).

André Lazaroni faz parte da coligação partidária do governador do estado, Sérgio Cabral. Por isso, apesar do pouco tempo como presidente da comissão, vem sendo alvo de críticas de educadores, que acreditam que o deputado deixará de cobrar ações da Secretaria de Educação, como fazia Comte Bittencourt. O deputado negou.

"Esta visão é completamente equivocada. Tenho uma trajetória pautada pela coerência e respeito ao meu mandato e meus eleitores. Sou parceiro do governador, líder do PMDB na Alerj, porém sei das minhas responsabilidades e da importância da educação para os nossos cidadãos", esclareceu.

Por: Marcella Dos - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações