Folha Dirigida Entrar Assine

Evento discute papel dos diários oficiais


Niterói recebeu na última semana o VI Fórum de Imprensas Oficiais de Língua Portuguesa. O evento, realizado entre os dias 22 e 24 de março, reuniu representantes de imprensas oficiais lusófonas da África, Europa e Brasil, sob o tema “Nossa Língua é a nossa força”. O encontro debateu temas como certificação digital, Diário Oficial como documento do Estado, a integração intercontinental das Imprensas, entre outros.

Durante a abertura do fórum, o diretor da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Haroldo Zager, afirmou que o objetivo do evento é fortalecer a Língua Portuguesa e aumentar a integração de países lusófonos. O evento, realizado no Sala de Cultura Leila Diniz, contou com a presença de representantes de Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Macau e São Tome e Príncipe.

“Esse fórum vem coroar mais uma vez o trabalho que nós temos buscado realizar nos últimos cinco anos, levando a Imprensa Oficial a ter um grau de modernidade e de projeção, também no Brasil, estendendo-se agora para o exterior”, afirmou Haroldo Zager.

Representando o governo do Estado, o Secretário de Planejamento e Gestão, Sérgio Ruy, reforçou a importância de o Estado do Rio receber o encontro. Segundo ele, isso se tornou possível graças à recuperação do imprensa oficial nos últimos anos. Sergio Ruy também destacou o papel dos fóruns no fortalecimento não só do idioma, mas também da cultura dos países de Língua Portuguesa.

“Tenho impressão que esse encontro vai contribuir para o movimento de fortalecimento da Língua Portuguesa e também da expressão dela em todo mundo. A gente vive em processo de globalização que tem tendência a uma homogenização muito grande. E é preciso que a diversidade seja preservada e que a expressão da Língua Portuguesa seja fortalecida”, disse.

Evento permitiu troca de
experiência entre países
Outro tema discutido durante o fórum foi a universalização do acesso às informações através da internet. Para Fernando Tolentino, presidente da Associação Brasileira de Imprensas Oficiais (Abio), os meios digitais possibilitaram uma facilidade de acesso muito grande à informação oficial postada na internet.

“Em todo o Brasil, nós temos na primeira hora da manhã, a informação oficial de 27 estados, do Distrito Federal e da União à disposição da população, incluindo a pesquisa de informações remotas. Além disso, nós possuímos 22 anos de jornais digitalizados e colocados na internet”, destacou.

Em busca da troca de experiências, o representante da Imprensa Oficial da Casa da Moeda de Portugal, Pedro Garcia Cardoso, destacou a importância do evento no compartilhamento de inovações, principalmente no meios digitais. Segundo Pedro Garcia Cardoso, é preciso eliminar as deficiências estruturais presentes em imprensas oficiais de alguns países.

“Essas plataformas eletrônicas são muito úteis para que as pessoas tenham mais acessos à informação. Mas é preciso que outros países tenham uma estrutura que possibilite que essa troca seja feita de forma mais eficaz. E é por isso que estamos aqui, inteiramente empenhados para que isso se traduza em uma eficiência na produção de um diário oficial”, afirmou Pedro Garcia Cardoso.

Por: Diego Da - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações