Entrar Assine

Intercâmbio: o caminho para uma melhor qualificação profissional


Cresce o número de brasileiros que buscam intercâmbio com foco na carreira. É o que diz a pesquisa realizada pela Belta (Brazilian Educational & Language Travel Association), associação que representa empresas organizadoras de viagens educacionais e culturais pelo mundo.

O estudo informa que, em 2015, dos cerca de 220 mil brasileiros, que fizeram algum tipo de curso no exterior, predominou como principal objetivo a qualificação profissional.

Veja também
Intercâmbio: a importância de um planejamento estratégico

Intercâmbio: agilizar a documentação para o visto é fundamental

Chats gratuitos com especialistas em carreira


De acordo com os dados, de uma lista de 12 motivações principais para realizar um curso fora do país, sete foram ligadas a carreira. As respostas mais frequentes foram:
 
- Diferenciar o currículo no mercado de trabalho
- Investir na formação acadêmica
- Promover vivência internacional com foco na carreira
- Responder às exigências da atividade profissional
- Aumentar a empregabilidade

Formada em Psicologia, Juliana Dourado, 32 anos, já decidiu que vai estudar inglês por seis meses na Austrália, mas ressaltou que esse tempo pode se estender por conta de um possível curso de especialização na sua profissão.

"Primeiro vou para estudar a língua, e depois vou pensar em algo relacionado com a minha área. O que mais pesou na minha escolha pela Austrália foi a qualidade do ensino do país. Lá, acredito que terei mais opções para aprender e colocar em prática, ter experiências que agregam coisas boas na minha vida."

A diretora da CP4 Cursos no Exterior|Traveller, empresa que oferece programas de intercâmbio, Ana Beatriz Faulhaber, reforçou a importância que falar inglês tem no mercado de trabalho.

"Hoje, para ter boas chances no mercado de trabalho é essencial ter o inglês no currículo. Existem cursos desde o nível inciante até o avançado. Então, quem não tem experiência na língua deve investir nesse caminho. O inglês não é mais um segundo idioma. É um idioma fundamental."

De acordo com a pesquisa, os brasileiros com idade entre 18 e 30 anos ainda estão entre os que mais buscam cursos no exterior. A FOLHA DIRIGIDA apresenta abaixo quais são os dez destinos mais procurados pelos estudantes brasileiros.
 

Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações