Folha Dirigida Entrar Assine

Janine: MEC pode ter novo corte orçamentário em 2016


Os cortes orçamentários que afetram o funcionamento de instituições públicas de todo o país, ao longo de 2015, podem ser retomados no próximo ano. Foi o que disse o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, após participar do seminário internacional "Caminho para a qualidade da educação pública: Gestão Escolar", realizado no último dia 3, em São Paulo.

Durante o evento, o ministro disse que já trabalha com a perspectiva de um corte ainda maior no orçamento da pasta para o ano de 2016. A justificativa é a atual crise econômica vivenciada pelo país. A
informação foi publicada pelo jornal Folha de São Paulo.

Desde o início deste ano, o governo reduziu o repasse de verbas as instituições públicas federais devido ao ajuste fiscal aprovado pelo governo. A Educação foi uma das áreas mais atingidas com um corte de 9,4 bilhões. Como consequência do corte na pasta educacional, universidades públicas de todo o país foram fortemente prejudicadas nos seus orçamentos, e várias instituições de ensino paralisaram seus serviços e outras continuam em greve.

A redução dos cortes segue prejudicando o funcionamento das instituições educacionais. O orçamento para os programas de pós-graduação das instituições também sofrerá redução ainda em 2015. Dirigentes da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), realizaram debate e alertaram que a medida pode comprometer a continuidade de pesquisas nas universidades públicas.

O pró-reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Henrique Luiz Cukierman, por exemplo, lamentou a situação classificando-a como "angustiante" e alertou sobre os prejuízos que podem ser causados a produção de conhecimentos. "O corte afeta desde o custeio de experimentos, pela falta de verba para compra de material de laboratório e manutenção de equipamentos, até a participação de pesquisadores em encontros científicos e a edição de publicações científicas", afirmou Cukierman.

Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações