Folha Dirigida Entrar Assine

Matemática é abordada de forma diferenciada na rede estadual


Matemática é sua matéria favorita? Provavelmente, muitos estudantes responderiam com uma negativa. Números, operações algébricas e geometria. Hoje, apenas transmitir o conteúdo bruto já não basta. Por isso, cada vez mais escolas investem nas tecnologias para auxiliar os professores no processo de aprendizagem. 

Recursos diferentes que visam inovar o ensino da Matemática, como origamis, obras de arte, vídeos e quadros touchscreen, serão algumas das ferramentas utilizadas no projeto "Matemática 360", criado pela Secretaria de Estado de Educação (Seeduc). Para a subsecretária de Gestão de Ensino, Patrícia Tinoco, trabalhos sensíveis, que ultrapassem o conteúdo disciplina, são necessários. "Precisamos desmistificar em nossos jovens o 'terror' pela área. Nesse contexto, o projeto é fundamental para que o estudante, além de ter contato com a disciplina de maneira lúdica e inovadora, possa aprimorar suas habilidades", destacou.
 
A Seeduc enviou para as unidades escolares da rede um "Cardápio de Ações". Nele são encontradas iniciativas relacionadas ao projeto. E as escolas foram orientadas a selecionar, no mínimo, duas propostas, uma por semestre. Depois, devem executá-las de forma contínua, durante o ano letivo. Também estão incluídas oficinas com os docentes, a fim de incentivar a participação em Olimpíadas e Concursos relacionados à Matemática. A primeira dinâmica está prevista para a próxima sexta- feira, 22.
 
Thaís Sales, professora da 2ª série do ensino médio, valeu-se dos poliedros para despertar a atenção de seus alunos. Auxiliada pelos origamis, consegue trabalhar o conteúdo de forma tridimensional. Por meio de canudos, elásticos e massas de modelar, os estudantes do Colégio Estadual Dorval Ferreira da Cunha, em São Gonçalo, constroem seus próprios sólidos geométricos. Também existem alternativas facilitadoras no processo pedagógico da Matemática. Uma das principais medidas atende pelo nome de Sesi Matemática, em parceria com o Sistema Firjan. A metodologia de estímulo utiliza games e outros recursos tecnológicas. Atualmente, 164 unidades são contempladas. Estima-se que em 2016 novas escolas participem. 

Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações