Folha Dirigida Entrar Assine

MEC lança nova edição da Olimpíada de Língua Portuguesa


Já estão abertas as inscrições para a terceira edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Fruto de parceria entre o Ministério da Educação (MEC) e a Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), a competição tem como objetivo estimular o interesse dos estudantes da rede pública pela leitura e pela escrita, com vistas a melhorar o aprendizado dos alunos da rede pública de ensino, gerando um maior contato com o idioma.

O lançamento oficial foi feito pelo ministro da Educação, Aloízio Mercadante, no último dia 19, em São Paulo. Durante a solenidade, o titular da pasta de Educação assinalou a importância da iniciativa para aprimorar a formação dos professores. Na ocasião, o ministro prometeu a distribuição de tablets para os docentes e frisou a necessidade de cumprimento do piso nacional do magistério, fixado em R$1.451.

Ainda durante a solenidade de lançamento da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, Marcadante chamou a atenção para  necessidade da alfabetizar as crianças na idade adequada.

As inscrições já estão abertas e se estendem até 25 de maio; o atendimento é feito pela internet. A participação é segmentada de acordo com a série do aluno. Alunos do 5º e 6º anos do ensino fundamental concorrerão no gênero poema; estudantes do 7º e 8º anos do ensino fundamental desenvolverão textos de memórias literárias. Já os jovens do 9º ano do ensino fundamental e o 1º ano do ensino médio deverão se inscrever com crônicas. E aqueles que cursam o 2º e 3º ano do ensino médio escreverão um artigo de opinião.

Somente serão validadas inscrições de rede públicas cujas secretarias municipais e estaduais aderirem ao projeto. Na última edição, foram inscritos 239.435 professores de 60.123 escolas públicas onde estudam 7 milhões de alunos do ensino fundamental e médio. A adesão, por municípios, foi quase total alcançando uma taxa de 99%.

Prêmios – Nas oficinas regionais, estudantes e professores ganham bônus para adquirir livros e os 20 vencedores – alunos, docentes e suas escolas – ganham prêmios especiais. Os 20 professores e os 20 estudantes ganham medalhas, notebook e impressora; e as escolas a que pertencem, dez microcomputadores, um projetor multimídia, telão de projeção e livros.

Serviço
<www.escrevendoofuturo.org.br>.

Por: Tainara Silva - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações