Folha Dirigida Entrar Assine

Novas provas para Faetec serão realizadas em janeiro


O presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), Elder Lugon, informou que as novas provas do concurso de admissão para 2013 serão aplicadas em janeiro. Segundo ele, a fundação pretende esperar o término de concursos de outras instituições, como a Uerj e o Pedro II, voltados para o mesmo público. A nova data deve ser divulgada em breve.
 
As provas do processo seletivo para ingresso nos cursos de ensino técnico de nível médio, do curso de especialização em Enfermagem do Trabalho e de ensino superior da Faetec, aplicadas no último domingo, dia 2, foram anuladas. A medida foi tomada pelo fato de os exames não terem sido aplicados na Escola Técnica Estadual Henrique Lage, em Niterói.

No comunicado que informava sobre o cancelamento, a Faetec mencionou, como justificativa, problemas técnicos apresentados por parte da organizadora, a Consulplan. Em breve, a Faetec deve divulgar qual a data da nova prova e outras possíveis mudanças.

Cerca de mil inscritos estavam alocados para fazer prova na ETE Henrique Lage. Na manhã da última segunda, dia 3, a Consulplan divulgou uma nota oficial à imprensa, sobre os problemas ocorridos na tarde do último domingo, dia 2. Segundo a Consulplan, organizadora do concurso, um número muito grande de participantes compareceu ao colégio solicitando a realização dos testes na Escola Técnica Estadual Henrique Lage. Segundo a nota divulgada pela organizadora, estes participantes não estavam inscritos para fazer prova naquele local. Para a empresa, tais candidatos não consultaram os locais de prova, disponíveis desde o último dia 28 no site da empresa que realizou o concurso.

Na nota oficial, a organizadora informou que os protestos de inscritos em outras unidades de aplicação que não puderam entrar na ETE Henrique Lage para fazer a prova impediram que o exame fosse iniciado às 13 horas, horário estabelecido pelo edital. De acordo com a empresa, foi solicitado reforço policial para preservar a integridade física dos candidatos e dar prosseguimento ao concurso. Por volta das 16h, o Batalhão de Choque da Polícia Militar chegou ao colégio, o que possibilitou o início das provas. Porém, os participantes que se encontravam dentro das salas se recusaram a iniciar os testes. O Conselho Tutelar do local e a Comissão de Pais e Responsáveis presentes no local, segundo a Consulplan, concluíram ser impossível a aplicação das provas, mesmo diante da garantia da  organizadora de que ofereceria condições para a realização dos exames. Diante do quadro, a Consulplan decidiu não aplicar o exame.

Serviço
www.faetec.rj.gov.br


Nota oficial divulgada pela Consulplan

A Consulplan, organizadora dos processos seletivos da Fundação de Apoio a Escola Técnica - FAETEC, vem informar que não foi possível aplicar a prova de seleção para os candidatos alocados na Escola Técnica Estadual Henrique Laje, em Niterói, RJ, neste domingo, 02 de dezembro de 2012, referente aos processos seletivos para curso de ensino técnico de nível médio e curso de especialização e enfermagem do trabalho.

Com todo o suporte logístico providenciado para a aplicação das provas em todo o estado, verificou-se na abertura dos portões desta unidade de Niterói um grande contingente de candidatos que  compareceram ao referido local solicitando realizar sua prova neste, mesmo não se encontrando alialocados, mas sim em outras escolas, onde as provas também foram aplicadas.

Tais candidatos não cumpriram o dever estabelecido em edital de observar a divulgação individual dos locais de provas, disponível desde o dia 28/11 no site da organizadora. Cabe salientar, ainda, que a empresa comunicou a todos os inscritos via e-mail acerca dessa divulgação (do local de provas no site), comunicação esta, que os candidatos nesta situação aparentemente ignoraram. Conforme previsto em edital, não foi permitido aos candidatos nesta situação realizar suas provas na referidaunidade, já que, inclusive, não havia espaço físico suficiente para atender tamanha demanda.

Diante da situação apresentada, não houve condições de segurança para o início das provas às 13h, considerando que os candidatos impedidos de adentrar a unidade ameaçavam invadir o local, colocando em risco a integridade física da equipe organizadora e dos candidatos desta unidade, muitos, menores de idade. Foi solicitado reforço policial, que a princípio compareceu ao local, porém em contingente insuficiente para ofertar as condições de segurança necessárias. Apenas por volta de 16h horas, o batalhão de choque da Polícia Militar chegou a escola, possibilitando o início das provas de forma ordeira.

Nesse momento, já passadas três horas do horário previsto para o início, alguns candidatos que se encontravam dentro das salas de provas se recusaram a se submeter aos testes. Foram oferecidas pela organizadora todas as condições necessárias para o prosseguimento do processo, incluindo transporte e alimentação para todos, assim como a extensão do prazo de realização da prova. Todavia, o representante do Conselho Tutelar no local, em conjunto com a Comissão de Pais e Responsáveispresentes, concluíram pela impossibilidade de aplicação das provas para os candidatos alocados naquela escola diante das condições apresentadas. Tal decisão foi acatada pela organizadora, a despeito de todas as providências tomadas para assegurar a integridade da aplicação do processo seletivo.

Esta seleção foi realizada em todo o estado do Rio de Janeiro, envolvendo mais de 34 mil estudantes. A organizadora, diante do ocorrido, vai se reunir com a comissão do concurso para deliberar sobre a situação dos candidatos desta unidade (cerca de 1 mil candidatos), deixando claro que fará o possível para não prejudicá-los, já que entende que, como a organizadora, foram vitimas da ação de um grupo de pais e candidatos que não atentaram para verificação correta dos locais de prova e não permitiram o andamento seguro da aplicação nesta unidade.

Por: Simone Cristina - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações