Folha Dirigida Entrar Assine

Secretário de Segurança é eleito \"Educador do Ano\" pela ABE


A Academia Brasileira de Educação, em sessão realizada no dia 13 de dezembro de 2011 elegeu, por unanimidade, para receber o Prêmio Fernando Azevedo, “Educador do Ano” o Secretário Estadual de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame. O trabalho realizado a partir de 2010, de pacificação das comunidades que viviam sob a ameaça e o controle do tráfico, devolvendo a segurança a milhares de pessoas, foi o responsável pela escolha.

Segundo o presidente da Academia, Carlos Alberto Serpa, a política pública contra a violência adotada pelo Estado do Rio de Janeiro, cujos ícones são as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e o secretário José Mariano Beltrame, foi aprovada por todos os educadores.

“O grande diferencial das UPPs implantadas está no compromisso comunitário, pelo fato de associarem à segurança, a realização de obras de infraestrutura urbana e de projetos sociais indispensáveis à melhoria da qualidade de vida dos moradores das comunidades pacificadas, devolvendo-lhes a cidadania, que deles ficara distante pela presença do crime organizado”, disse Serpa, ressaltando que tudo isso permitiu que os moradores das comunidades pacificadas voltassem a ter serviços indispensáveis, como educação, saúde, cultura, esporte e lazer.

Serpa ainda lembra que, pela ação do Secretário de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, uma luz apareceu no túnel escuro da violência e da insegurança: “Pelo trabalho realizado; pela esperança renovada às novas gerações que estavam sufocadas pelo tráfico; pela vontade férrea de integrar toda a sociedade na responsabilidade de resgatar os que estavam marginalizados; enfim, pela sua firme atuação libertadora de parcela significativa dos cidadãos e cidadãs cariocas, propiciando seu crescimento espiritual e material, José Mariano Beltrame é o ‘Educador do Ano’ de 2011".

Vice-reitor da Universidade Candido Mendes (Ucam), Antonio Luiz Mendes de Almeida considerou a escolha acertada. Para o educador e articulista da coluna ‘Sem Censura’, Beltrame vem fazendo um excelente trabalho à frente da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, com ações que indiretamente contribuem muito para a melhoria da Educação em todo o estado e, principalmente, nas regiões mais carentes.

“Sempre defendi a permanência da escola na favela. A vida escolar das crianças que crescem nas comunidades tem que começar lá e depois ir para o asfalto. E a segurança pública vem colaborando para a possibilidade de educação dessas pessoas. Ele [José Mariano Beltrame] merece o prêmio pelo trabalho sério, porque no campo da nossa política é um caso de exceção. Desse exemplo nós precisamos”, disse, Antonio Luiz Mendes de Almeida.

Wanderley Quêdo, presidente do Sinpro-Rio, fez coro às palavras do colega educador, ressaltando que, na realidade, o prêmio funciona como uma homenagem do setor educacional ao que ele fez: “Tenho uma perspectiva otimista em relação à segurança no Rio de Janeiro e  acredito que qualquer contribuição do estado através de seus gestores sempre será bem vinda para todos nós, professores e trabalhadores da área da Educação. Esperamos que os trabalhos das UPPs realmente sejam o primeiro passo para uma sociedade com mais justiça social. E justiça social só se faz com Educação”.

Por: Andr Ferreira - [email protected]
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações