Entrar Assine

Curando anseios profissionais


Apesar de bastante aquecido, o mercado farmacêutico ainda desperta muitas curiosidades e dúvidas entre os profissionais. Englobando diversas áreas, a indústria farmacêutica ainda sofre determinadas dificuldades nos dias de hoje que, por sua vez, vêm sendo enfrentadas. Em entrevista ao JORNAL DE EMPREGOS E ESTÁGIOS, a diretora de Recursos Humanos da GlaxoSmithKline (GSK) Brasil, Tatiana Melamed, dá uma visão geral a respeito deste segmento de mercado e mostra como é feita a seleção da empresa e em quais cargos os profissionais de farmácia podem atuar.
 
Como está, atualmente, o panorama do segmento farmacêutico?
O Brasil é um dos maiores mercados farmacêuticos do mundo e possui uma importância estratégica para o nosso segmento. As indústrias farmacêuticas continuam a crescer e temos boas perspectivas para o futuro. A GlaxoSmithKline (GSK) já atua há mais de cem anos e está estabelecida na cidade do Rio de Janeiro desde então. Para os próximos anos, as perspectivas são as melhores possíveis. Com as atenções voltadas ao país, a indústria está focada em investir na pesquisa de medicamentos inovadores e pesquisa clínica, beneficiando
ainda mais a população.
 
Este segmento está enfrentando alguma dificuldade? O desafio da indústria é a descoberta de novos produtos. A cada ano, a indústria farmacêutica investe mais na pesquisa clínica com o objetivo de descobrir novos tratamentos que possam beneficiar o paciente. Reconhecemos que o acesso à saúde é um dos desafios sociais mais preementes do mundo. Todos os anos milhares de pessoas morrem de doenças infecciosas curáveis ou que podem ser prevenidas, ou contraem doenças porque não têm acesso a serviços básicos de saúde, incluindo medicamentos essenciais. Neste contexto, o objetivo da GSK é contribuir para mudar esta realidade, ampliando o acesso da população, em especial dos países mais pobres, aos medicamentos e vacinas da companhia. Acreditamos que, ao nos esforçarmos para satisfazer as necessidades de saúde da sociedade, construímos a confiança em nosso negócio.
 
Os profissionais que querem atuar nesse setor irão trabalhar em que funções?
São inúmeras oportunidades de carreira que a indústria farmacêutica oferece que vão desde profissionais que atuam diretamente com as Ciências da Vida até funções relacionadas à Administração de Empresas, Direito, Marketing e Vendas.
 
Há dificuldade em se encontrar mão de obra qualificada?
O mercado de trabalho está aquecido e há, de fato, uma carência de profissionais qualificados. Diante deste cenário, a GSK efetuou mudanças significativas na estrutura de Recursos Humanos e adotou estratégias para alavancar a "marca empregadora" para atrair pessoas que possam atender à ambição de crescimento no Brasil. Como resultado, em 2012 foram realizadas quase 500 contratações em todas as unidades de negócio da GSK.
 
Qual o nível de escolaridade exigido para ingressar no mercado de forma geral e na GSK?
O nível de escolaridade varia de acordo com o perfil da vaga e área de atuação dentro da empresa. Mas, para a maioria das funções, nível superior e alguma especialização são requisitos importantes.
A empresa oferece treinamento para todos os seus profissionais? Durante o primeiro dia na GSK, os colaboradores iniciam o processo de integração à cultura da empresa assistindo a palestras ministradas por representantes de diversas áreas. Os assuntos vão desde o "Espírito GSK" a até informações sobre saúde, segurança e tecnologia da informação. Os treinamentos online (e-learnings) são disponibilizados para obtenção de conhecimentos sobre as políticas corporativas, sobre a conduta empresarial e para aqueles que mantêm contato com profissionais de saúde, sobre o Código de Promoção e Marketing. Para a Força de Vendas, o novo funcionário participa de treinamentos online sobre os produtos e também um "Curso de Novos", com a presença de diferentes áreas com o objetivo de treinar o novo representante nos produtos, processos e sistemas da área comercial.
 
Há chances de crescimento? Como é feito esse processo seletivo?
A GSK adota uma abordagem de Gestão Integrada de Pessoas no desenvolvimento dos funcionários para formar sucessores com competências e comportamentos adequados para crescer em uma empresa global e diversificada. O objetivo é suprir o "pipeline" de pessoas, de acordo com as estratégias do negócio e com a ambição de crescimento da companhia. Esse processo permite mapear os profissionais em termos de performance ao longo do tempo e potencial, além de identificar os gaps para promover o desenvolvimento diferenciado  das pessoas. Os gestores são incentivados a desenvolver ativamente suas equipes para que  sejam capazes de oferecer ótimos resultados e para que possam aproveitar seus potenciais no futuro em qualquer posição ou mercado da GSK. Para isso, conta com o Plano de Desenvolvimento & Performance (PDP), importante ferramenta da GSK que busca engajar os colaboradores para que contribuam melhor com o seu sucesso e o da empresa. Neste processo, o funcionário descreve seus objetivos alinhados aos do negócio e identifica os comportamentos críticos que vão contribuir para o alcance desses objetivos. Os
gestores têm a possibilidade de ter conversas reais com os seus funcionários a respeito de desenvolvimento e aspirações de carreira.
 
Na hora da seleção, o que a empresa busca em um candidato? Qual o perfil de um profissional para que ele possa ter sucesso nesse setor?
Além das competências técnicas, o perfil do colaborador deve ser alinhado aos valores da empresa, identificação com a missão e visão da empresa e evidências de engajamento pessoal. A parte comportamental do candidato é, também, fator avaliado e de extrema importância, pois é ela que sustenta a permanência do indivíduo na organização. No caso de jovens talentos, é importante lembrar que os comportamentos como proatividade, resiliência e vontade de aprender são fundamentais para que ele se destaque.
 
Qual é a média salarial oferecida ao profissional quando ingressa na GSK?
A GSK trabalha com a média da Indústria Farmacêutica. A empresa tem pesquisas atualizadas que permitem avaliar a melhor estratégia salarial para cada posição na GSK. Vocês realizam seleção para profissionais com deficiência? O Programa de Inclusão da GSK tem como objetivo estabelecer e assegurar a importância da diversidade para o desenvolvimento pessoal e profissional dos funcionários deficientes, aumentando a colaboração e sinergia entre todas as pessoas e transformando o ambiente corporativo em um lugar de oportunidades e de valorização.
 
Em quais cargos esses profissionais são alocados?
A GSK insere as pessoas com deficiência em qualquer área da companhia, exercendo diferentes funções, porém respeitando seus perfis e individualidade. Como resultado, mais de um terço dos funcionários com deficiência da GSK já teve oportunidade de desenvolvimento profissional, seja por meio de reconhecimento por mérito, recrutamento interno ou promoção. Em janeiro de 2008, a Prefeitura concedeu à empresa o prêmio Parceiro Deficiente, e, no ano
seguinte, recebeu o prêmio ABT (Associação Brasileira de Telesserviços), realizado pela Garrido Marketing em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, na categoria Responsabilidade Social.
 
Há uma previsão de quantos empregos devem ser gerados até o final de 2013?
A GSK está crescendo e vai continuar a crescer. Em relação à geração de empregos, a companhia está expandindo a Força de Vendas desde Janeiro deste ano. Desde então, já foram gerados 50 novos empregos.
 
Fique por dentro!
- Para se inscrever no Programa de Trainee da GSK, é necessário que o candidato esteja no último período da graduação ou ter se formado há um ano e meio a partir da data de abertura de inscrições do programa em várias graduações. Além disso, é preciso possuir Inglês fluente e conhecimento de Espanhol. A duração média do programa é de dois anos e meio, com possibilidade de atuar em diferentes áreas. É necessário experiência, mesmo se for de estágio. Capacidade de liderança e agilidade no aprendizado serão diferenciais na hora da seleção.
 
- Para o Programa de Estágio, a GSK disponibiliza 150 vagas e seleciona estudantes ao longo do ano que cursem Administração de Empresas, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Comunicação Social, Direito, Economia, Engenharias (todas as modalidades), Farmácia, Informática, Estatística, Marketing, Nutrição, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Química, Serviço Social e Secretariado Executivo. Há vagas para diversos estados, mas é importante consultar o site do programa para saber em quais localidades há oportunidades. Nos cursos de oito períodos, alunos que estiverem no terceiro semestre de graduação em diante poderão se inscrever. Nos cursos de dez períodos, só poderão se inscrever aqueles que cursarem a partir do quarto semestre. O contrato para o programa de estágio é de 12 meses, podendo ser renovado por mais um ano. É importante que os candidatos tenham bons conhecimentos de Inglês. Os interessados devem se inscrever, ao longo do ano, no site www.jovenstalentosgsk.com.br .

 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações