Folha Dirigida Entrar Assine

Mãos a obra!


Desde pequenos, as pessoas sonham com a profissão que irão seguir, são moldadas e estudam em busca do sucesso na carreira escolhida. Mudam de profissão sempre com a certeza de que agora estão certas, e isso é bem comum. Quem nunca sonhou em ser caminhoneiro, jogador de futebol ou advogado? Três coisas bem distintas, o que talvez não consiga mostrar a importância da entrada no mercado de trabalho. Cada nova etapa é uma descoberta, até que elas crescem, entram na faculdade, e o "jogo" passa a ser pra valer.
 
A entrada para o mercado depende de uma preparação, um comportamento e um cuidado especial. Saber usar as ferramentas para despertar e manter uma boa comunicação com as empresas é fundamental. Usar canais para conhecer novos contatos e, principalmente, conservar os antigos, pode ser uma ótima cartada para conseguir uma oportunidade. Ao mesmo tempo, é preciso conhecer a empresa em que deseja trabalhar e saber se portar em uma entrevista. De fato, são muitos detalhes necessários para mostrar que está apto à vaga, e, em apenas um erro, pode acabar por mostrar o contrário. Exatamente por ser um momento delicado e que exige uma preparação, seja por conta de estar na briga por uma vaga ou por não poder errar, que é fundamental saber usar as ferramentas e medidas que só têm a acrescentar na carreira e em uma
futura oportunidade.
 
Hoje, outro aspecto que também pode ser muito positivo, e, ao mesmo tempo ter um lado ruim, é que todas essas ferramentas e possibilidades estão disponíveis em aplicativos, sites ou no velho "boca a boca". As tecnologias facilitam todos os processos e a acessibilidade é cada vez maior. Por conta dessas mudanças, as pessoas que estão nesta nova caminhada realmente precisam de uma atenção e de um cuidado mais direcionado às formas de comunicação, apresentação e comportamento. Tudo para se diferenciar, já que todos têm acesso.


Currículo e Networking

O currículo ou curriculum vitae é um dos principais mecanismos de apresentação das competências e experiências profissionais que a pessoa pode usar para despertar o interesse da empresa. Como todo mecanismo, ele tem uma forma especial para ser feito e usado corretamente, além de também mostrar aquilo que, de fato, a companhia quer saber.
 
De acordo com Ana Paula Cunha, especialista do Boteco do Conhecimento, empresa de educação corporativa que vem chamando a atenção do mercado com seus treinamentos inovadores, "A linguagem presente no currículo deve ser concisa, objetiva e focada nas
competências-chaves do profissional e no conjunto de habilidades, atitudes e características que o diferencia dos demais. A qualidade do currículo vai ajudar o entrevistador a avaliar adequadamente o perfil da pessoa para então, dar uma oportunidade em um processo seletivo, em que o sucesso pode ter maiores chances".
 
Outra forma extremamente importante é o networking, que é uma rede de relacionamentos composta por pessoas de diferentes grupos sociais, amigos, parentes, colegas de trabalho e chefes. É fundamental que o profissional mantenha sempre contato com sua rede, independente de estar à procura de uma vaga. Isso é importante porque quando precisar de novos desafios ou até mesmo de uma oportunidade de recolocação no mercado, vai saber com mais clareza e terá mais possibilidades de conseguir.
 
Para tornar o networking mais atrativo, é bom procurar estar disponível para ajudar amigos e colegas quando solicitado, e não apenas quando precisar ser ajudado. "Manter contato frequentemente também é fundamental, além de mostrar interesse pelas mudanças profissionais e pela trajetória das pessoas que compõem a rede. Frequentar eventos relacionados à área de atuação profissional é uma forma de ampliar a agenda de contatos", completa Ana. Com uma proposta inovadora, O Boteco do Conhecimento vem com o slogan: Treinamento não é castigo. O Boteco é composto por profissionais com larga experiência empresarial e sólida formação acadêmica, que se uniram para um efetivo desenvolvimento pessoal e profissional desejado pelas empresas e por todos os colaboradores.
 
O diferencial é a metodologia de treinamento caracterizado pela informalidade na entrega e pela quebra de princípios tradicionais da educação formal. Aprender é divertido; é possível aliar educação com entretenimento. O Boteco oferece palestras, treinamentos e programas de treinamento corporativos variados que visam à capacitação pessoal e profissional dos participantes, ao aumento da sua empregabilidade e à redução do número de trabalhadores infelizes e desmotivados.


Em quem devemos confiar?

Para avaliar se uma oportunidade é confiável, é sempre bom buscar o máximo de informações possíveis sobre a empresa que divulga a vaga ou entra em contato. Para isto, é necessário se mostrar disponível para o entrevistador, mas também procurar informações sobre o cargo, a consultoria de seleção ou a empresa contratante. "É sempre bom atentar a qualquer oportunidade de emprego, pesquisar antes, verificar se é uma consultoria de Recursos Humanos (pesquisar o site) ou caso seja Recursos Humanos da própria empresa, solicitar o nome e endereço da empresa para também pesquisar na internet", afirma a psicóloga Fabíula Reis.
 
"Outra ótima alternativa é conversar com amigos, eles vão sempre tentar ajudar, seja com uma indicação para concorrer a uma oportunidade, informações de seleção da empresa em questão ou experiências próprias", completa a psicóloga.
Procurar sites de relacionamento profissional pode ser também uma ótima saída. Um exemplo de site dessa categoria é o LinkedIn, que tem se mostrado uma ferramenta bastante eficaz na busca e contratação de profissionais e executivos. Ter seu LinkedIn atualizado e participar de grupos de discussão também é uma forma de estar atualizado com as oportunidades do mercado e compartilhar conhecimento, fazendo-se conhecer.
 
Outro site que pode ajudar muito na hora de saber a respeito da empresa é o qualificando.net. O site aponta como as empresas são em cinco importantes aspectos: remuneração, ambiente de trabalho, qualidade de vida, benefícios e plano de carreira. Planejado por Sallo Szrajbman, analista de sistemas e empreendedor com vasta
experiência em desenvolvimento de software para companhias de grande porte, como Oi, Vivo e Cielo, o site é pioneiro no país. "Nosso foco atual é oferecer um ambiente cada vez mais completo, porém simples e intuitivo. Por ser pioneiro e essencial para os profissionais, acreditamos que o Qualificando.net se tornará referência em colaboração e consulta de qualificações corporativas", afirma Sallo Szrajbman.


Entrevista

A entrevista é uma das horas mais delicadas de um processo seletivo. Ela começa antes mesmo de entrar na sala com o entrevistador. Chegar atrasado, ir com uma roupa inapropriada ou ter uma atitude ruim podem ser pontos bastante negativos na hora da entrevista, além de existirem outros requisitos tão importantes quanto esses. "O
profissional precisa unir clareza ao falar, conhecimento das competências que o compõem e pontos que deve desenvolver. Isso, para mostrar as motivações que impulsionam a carreira, motivo de eventuais saídas das empresas, experiências e objetivos", explica a
especialista do Boteco do Conhecimento, Ana Paula Cunha.
 
De maneira nenhuma o candidato deve mentir ou dizer que conhece ou tem experiência em áreas que desconheça. Mentir pode comprometer a credibilidade junto ao avaliador, bem como sua imagem no mercado para a oportunidade em questão ou futuras.
Respostas curtas demais como "sim" e "não" também não são boas opções. O candidato não pode de maneira nenhuma fala mal das empresas que trabalhou anteriormente, além de ser bom evitar gírias e palavras "feias", destaca a psicóloga Fabíula Reis.
Outra dica muito importante é o prévio conhecimento da empresa contratante. O candidato terá, com toda certeza, uma melhor avaliação das condições de trabalho, localização da empresa e remuneração, entre outros. O conhecimento dá ao entrevistado uma maior segurança na hora da entrevista, o que pode ajudar e muito na hora de encarar uma pergunta complicada ou o medo e a ansiedade que são completamente normais.
 
"Os interessados deverão buscar empresas que tenham valores compatíveis com os seus valores individuais. A identificação com os valores da empresa é um dos fatores críticos de sucesso para um profissional em uma mudança de emprego. Ou seja, conhecer e identificar-se com os valores organizacionais aumentam as chances de adaptação do profissional à empresa", explica Ana Paula.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações