Folha Dirigida Entrar Assine

O serviço doméstico e seu viés corporativo


Assim como o ser humano, toda moradia necessita de cuidados. Para ambos os casos, existem os profissionais domésticos que, através de prestações de serviço, realizam as atividades de preservar e cuidar de pessoas e ambientes. A área doméstica engloba funções como empregada, caseiro(a), copeiro(a), babá, cozinheiro, gorvenanta, mordomo e cuidador(a) de idosos, entre outros. A relação dessas profissões com o empregador vem passandor por mudanças que favorecem os dois lados. Enquanto o empregado se qualifica mais na sua função e torna sua profissão mais rentável, o empregador ganha com o bom desempenho no serviço.
 
De acordo com a diretora da agência La Maison Belle, Glayci Erruas, o mercado de trabalho, a partir da criação da PEC, trouxe pontos interessantes tanto para o lado do empregado como o do empregador. O empregado doméstico se equipara cada vez mais como um profissional de um mercado coorporativo e, no entanto, o empregador começar a ter uma visão muito mais crítica em relação ao profissional doméstico, no sentido de qualificação, que pretende contratar. "Os empregadores buscam cada vez mais mão de obra qualificada nos trabalhos domésticos", conta.
 
Por isso, os cursos e treinamentos oferecidos pelas agências são importantes. Para cada função, existe um tipo de treinamento e curso. De um modo geral, os profissionais aprendem como se portar na residência dos patrões, como se dirigir às pessoas da casa, como entender as regras e culturas da família. "Os clientes estão sempre em busca de empregados, não só qualificados técnicamente, mas que tenham postura", explica.
 
Outro ponto importante é o surgimento do personal organizer. É uma categoria que pode se enquadrar nas dos empregados doméstico e que se baseia na organização da casa de forma prática. Por exemplo, armários de cozinha e banheiros, closet, áreas de serviços são organizadas de modo a favorecer o cliente. "A organização é de uma forma logísticamente interessante, até no modo de dobrar certos tipos de roupas, para não amarrotar ou danificar", revela.
 
Hoje em dia, de um modo geral, as pessoas começam a perceber que realizar refeições fora de casa está se tornando mais caro. A partir disso, os empregadores estão em busca de profissionais de cozinha que saibam produzir refeições além do trivial. Os cursos voltados para a área da cozinha ensinam os cozinheiros a fazer refeições mais sofisticadas para atrair o cliente. "Saber fazer uma boa salada ou creme são diferenciais de um bom profissional da cozinha", conta Glayci.
 
BABÁS E CUIDADORES DE IDOSOS
No âmbito do idoso existem três categorias: o acompanhante de idoso, o cuidador de idoso e enfermeiro. O acompanhante de idoso é o profissional que tem experiência em lidar com idosos, mas não tem uma formação técnica específica para o caso. Já o cuidador possui cursos que preparam para lidar com situações adversas. "É como se fosse um enfermeiro, só que sem formação na área", conta. O enfermeiro, por sua vez, tem formação técnica e pode garantir cuidados específicos com o público mais velho.
 
No caso das babás, existe também o quesito experiência. Mesmo assim, existem treinamentos específicos para profissionais que irão trabalhar com crianças recém-nascidas ou crianças acima de 1 ano de idade. Para os dois casos, existem treinamentos específico. "A babá que irá cuidar de um recém-nascido precisa de treinamentos sobre cuidados detalhados. Portanto, cuidar de um bebê e de uma criança acima de 1 ano, exige do profissional cuidados diferentes", explica.
 
Para o caso das babás podem também ser contratados enfermeiras. Esta questão depende e varia de acordo com a preferência do empregador. De qualquer forma, é sempre necessário saber da experiência do profissional em relação à crianças.
 
PEC DAS DOMÉSTICAS
A relação empregado e empregador estão legalizadas. Recentemente, foi aprovado a PEC das domésticas, que consiste na ampliação dos direitos trabalhistas dos profissionais da área doméstica. A Proposta de Emenda à Constituição trouxe mudanças na carga horária do trabalho (no máximo 44 horas semanais), pagamentos por hora extra, horário de almoço e descanso, seguro-desemprego, fundo de garantia por tempo de serviço e pagamento adicional noturno. Além disso, as empregadas não poderão ser demitidas com justa causa, sendo protegido o direito do funcionário de receber multa, paga pelo empregador, no valor de 40% do acumulado na conta do FGTS em caso de dispensa involuntária.
 
A diretora Glayci conta que mesmo com a PEC o mercado doméstico continua aquecido. O empregado doméstico começa a perceber quais seriam as alternativas interessantes de trabalho que tem. Então, pode haver, em alguns casos, a transição de empregado efetivo para diaristas. "As vezes são escolhas dos próprios empregadores que não conseguem arcar com todos os encargos previstos pela PEC", explica.
 
SELEÇÃO E CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS DOMÉSTICOS A La Maison Belle é uma agência e consultoria na área profissional doméstica e capacita e desenvolve profissionais domésticos com destaque para suas principais atividades, com formatos e conteúdos programáticos atuais, focando nas necessidades dos clientes. Atualmente, a agência capta mais de 30 oportunidades de emprego por dia para os cargos de empregada doméstica, diarista, babá, cuidador (a) de idosos, motorista particular, governanta, mordomo, copeira, jardineiro, caseiro e cozinheira (o).
 
Os candidatos interessados em preencher uma das vagas, preenchem um formulário de inscrição detalhado para iniciar o processo da entrevista com a área de Recrutamento e Seleção da empresa. Nesta etapa, há a avaliação do perfil do candidato.
 
O intermédio entre o profissional e o contratante é feito por meio do atendimento da La Maison Belle, junto ao empregador. A profissional de atendimento faz um levantamento de informações para compreender os detalhes do perfil do candidato que busca encontrar, a função que o profissional exercerá e qual será a rotina de atividades.
 
Após isso, a agência produz o mapeamento de necessidades do contratante, dentre outros dados relevantes à busca. Em seguida, a profissional de atendimento da empresa busca dentro do banco de dados o profissional que mais se adequa ao perfil procurado pelo empregador. Com esta identificação, ocorre o processo de entrevistas entre o cliente, com o acompanhamento até a sua tomada de decisão.
 
A La Maison Belle oferece o treinamento para os profissionais escolhidos e contratados pelos clientes após o processo de seleção. Oferece, também, para profissionais domésticos que já são funcionários de clientes, que pretendem contratar a consultoria da La Maison Belle apenas para reforçar, enfatizar ou, simplesmente, reciclar o atual funcionário. 
 
Os treinamentos são qualificados em três áreas: laboratorinal personnalisé e videoaula. Os cursos têm carga horária entre 16 a 24 horas e são voltados para diversar áreas. Existem cursos para "Reciclagem para Domésticas", "Primeira Infância - Cuidados com recém- nascidos e crianças até 1 ano", "A Infância - Crianças a partir de 1 ano de idade", "Terceira idade", e "Culinária - A arte de fazer e servir".
 
 
MÉDIA SALARIAL COM BASES NOS DADOS DA AGÊNCIA E CONSULTORIA:
Diarista: R$120 por diária
Empregada Doméstica: R$1.200 a R$2.500
Cuidador (a) de idosos: R$1.100 a R$1.800
Babá: R$1.100 a R$1.600
Motorista: R$1.100 a R$2.500
Mordomo: R$3 mil a R$5 mil
Governanta: R$2.500 a R$6 mil
Cozinheira(o): R$1.500 a R$2.800
Jardineiro: R$1 mil a R$1.800
Caseiro: R$1.300 a R$2 mil
Copeiro: R$1 mil a R$2.100
 
 
OPORTUNIDADES
 
La Maison Belle
A consultoria de seleção, recrutamento e capacitação de profissionais domésticos La Maison Belle faz o intermédio entre empregados e contratantes. A empresa oferece, constantemente, oportunidades de emprego. Atualmente, estão disponíveis vagas para os cargos de cuidador de idosos, copeiro, cozinheiro, caseiro, empregada doméstica e babás. Para se candidatar, é preciso que os profissionais tenham nível médio de escolaridade. O cadastros de profissionais é gratuito e deve ser realizado por meio do site da empresa. Os interessados nas vagas, devem preencher um formulário de inscrição detalhado para iniciar o processo da entrevista com a área de Recrutamento e Seleção da empresa.
 
Casa e Café
A Agência Casa e Café também é especializada em serviços domésticos. A Casa e Café faz o intermédio entre o empregado e empregado. Por meio do site, os interessados em trabalhar disponibilizam seus currículos, possibilitanto o empregador de escolher o perfil do profissional. Atualmente, existem oportunidades para as funções de empregada doméstica, diarista e babá. Os interessados podem cadastrar currículo, gratuitamente, no site <www.casaecafe.com.br>. Outra opção é comparecer, com cópia e original da identidade, CPF, comprovante de residência e carteira de Trabalho, das 9h às 17h, à Av. das Américas, 679, sala 109, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.
 
Espaço Cuidar Bem
O Espaço Cuidar Bem também seleciona, constantemente, profissionais da área doméstica. A agência também oferece cursos e treinamentos. No momento, existem mais de 150 oportunidades de emprego para os cargos de doméstica (50), babá (90) e cozinheira (50). Para se candidatar, as interessadas devem ter experiência comprovada na função e nível fundamental de escolaridade. As interessadas em realizar inscrição, devem comparecer no Espaço Cuidar Bem com identidade, CPF, comprocante de residência (recente e no próprio nome) e carteira de trabalho. O Espaço Cuidar bem é localizado na Av. das Américas, 7.907, Bloco 4, lojas 110 e 111, Shopping Open Mall, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações