Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Técnico e analista: 89.052 inscritos em todo o país


O Banco Central (BC) informou nesta segunda-feira, dia 7, que o concurso para 500 vagas de técnico e analista da autarquia recebeu 89.052 inscrições em todo o país. De acordo com o banco, a disputa será mais acirrada para o cargo de técnico, com média de 478 pessoas concorrendo a cada uma das 100 vagas oferecidas. No caso de analista, a demanda é de 103 candidatos para cada uma das 400 vagas. Na próxima quinta-feira, dia 10, deverá ser liberada no site do Cespe/UnB (organizador) a consulta aos locais das provas objetivas e discursivas, previstas para o dia 20 deste mês.
 
Conforme detalhou o BC, na seleção para técnico, a concorrência é maior na área 1, de suporte técnico-administrativo, com 524 inscritos para cada uma das 78 vagas. Na área 2, de segurança institucional, cuja oferta é de 22 vagas, a concorrência ficou em 311 candidatos por vaga. No caso de analista, a área 1 (análise e desenvolvimento de sistemas) é a mais disputada, com 221 inscritos para cada uma das 15 vagas. Já a menor concorrência foi registrada na área 4 (contabilidade e finanças): 63 candidatos por vaga (são 117).
 
Com relação à distribuição das inscrições por locais de prova, o banco informou que houve maior concentração em Brasília e São Paulo, que receberam 30.963 e 16.104 inscrições, respectivamente. Também foi divulgado o número de inscritos que optaram por fazer as provas em Belém (4.177), Salvador (6.304) e Porto Alegre (4.387). O BC ressaltou ainda que mesmo sem a oferta de vagas na regional do Rio de Janeiro, 10.021 pessoas escolheram fazer a primeira etapa do concurso na capital fluminense. As provas serão realizadas ainda em Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza e Recife.
 
Além das provas escritas, o concurso prevê avaliação de títulos, apenas para analista, e programa de capacitação (em Brasília), para ambos os cargos. A intenção, de acordo com a chefe do Departamento de Gestão de Pessoas da autarquia (Depes), Nilvanete Ferreira da Costa, é nomear os aprovados dentro do número de vagas logo após a divulgação do resultado final do concurso, que está prevista para março do ano que vem. De acordo com o cargo e área de atuação pretendido (há várias), a lotação será em Brasília, São Paulo, Belém, Porto Alegre ou Salvador. A remuneração inicial será de R$5.794,30 para técnico e de R$14.662,24 para analista, já com o auxílio-alimentação, de R$373. A validade do concurso será de nove meses, podendo dobrar. 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações