Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Aprovado para delegado da PC-SP na primeira tentativa

Aprovado para delegado da PC-SP na primeira tentativa

Conheça a história de Delta Thiago, aprovado em mais três concursos


Estudar. Parece óbvio, mas não é. Essa foi a solução encontrada por Delta Thiago, delegado da Polícia Civil de São Paulo, para vencer os desafios da vida. Ele ainda foi aprovado em outros três concursos estaduais e federais, pouco tempo após terminar a graduação em Direito.
 
Delta Thiago será um dos palestrantes do I Encontro Nacional de Concurseiros (Enacon), que acontecerá em março, no Rio de Janeiro, com patrocínio da FOLHA DIRIGIDA. Saiba mais sobre o Enacon!

Superação: conheça a história de Delta Thiago

Delta Thiago foi aprovado no concurso
para delegado da PC-SP, cinco meses 
após terminar a universidade 

Aos sete anos de idade, Thiago perdeu o pai e teve que se transformar no homem da casa para cuidar da família.
 
“Percebi que a única saída era vencer pelos estudos. Comecei a estudar firme desde esse período, mas os colegas da escola achavam isso incomum. Passei a ser vítima de bullying. As agressões verbais e físicas eram constantes. Resultado: as minhas notas eram quase todas 10, mas repeti de ano por faltas”, relata.
 
Tentando passar por essa situação, Thiago começou a cursar Direito.
 
“Eu sempre quis fazer Direito para exercer uma atividade com transcendência social. Fazer o bem, aplicar a lei, buscar Justiça, esses foram os meus parâmetros na escolha da carreira”, explica.
 
 
Para manter a família e sua matrícula na universidade, ele trabalhava em dois lugares, inclusive vendendo revistas como ambulante. “Tive apenas um livro durante os cinco anos: um Vade Mecum totalmente desatualizado!”, comenta.
 
Com o término da graduação, os contratos que conseguiu como estagiário se encerraram e Delta Thiago ficou desempregado. Foi aí que os concursos públicos surgiram como uma alternativa.

Foco e persistência foram os trunfos do concurseiro

Thiago começou a estudar por conta própria, pois não tinha renda para custear cursos preparatórios. Sua estratégia era ler doutrinas (os famosos tijolões) para ter uma base de conhecimento sólida. "Usei muito poucas sinopses. Fazia resumos, revisões periódicas, exercícios, assistia à TV Justiça e lia acórdãos”, detalha. 
 
 
O resultado foi a aprovação nos concursos para a Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo (SAP-SP), Ministério Público Federal (MPF) e Tribunal Regional Federal da 1ª Regiçao (TRF1), além do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).  
 
O edital do concurso para delegado da Polícia Civil de São Paulo foi publicado cinco meses após a formatura de Thiago em Direito. Essa era a primeira seleção que ele tentava para ingresso na carreira jurídica.
 
“Estudei sozinho, não tinha dinheiro para fazer cursinho, e passei no concurso aos 25 anos de idade. Ganhei homenagens, escrevi livros, comecei a fazer palestras, passei a dar aulas no CERS.” Além disso, o perfil de Delta Thiago nas redes sociais (@deltathiago) já contabiliza mais de 200 mil seguidores. 
 
Faça como ele! No vídeo abaixo, você confere dicas para passar rápido em concursos públicos.

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


A rotina de Delta Thiago como delegado

De acordo com a Carta Magna, o delegado comanda a Polícia Judiciária, apurando infrações penais e auxiliando o Poder Judiciário. Na visão de Delta Thiago, “o delegado é o primeiro garantidor dos direitos fundamentais. O pensamento obsoleto de que ele serve apenas para prender pessoas merece ser sepultado, juntamente aos outros ranços que afetam essa carreira." 
 
 
O delegado explica que “no momento da prisão em flagrante ou no curso do inquérito, por exemplo, é fundamental que tal autoridade reconheça provisoriamente as excludentes do crime, como o princípio da insignificância e a legítima defesa, sob pena de inegável injustiça”.
 

Os atributos da carreira policial 

A carreira policial é uma das mais concorridas e almejadas pelos concurseiros. Mas, para Thiago, “infelizmente, no Brasil, os governos e uma parcela significativa da sociedade não valorizam o trabalho policial. Ainda assim, a carreira é apaixonante, pois é a guardiã das pessoas no combate à criminalidade”.
 
Para os que desejam ingressar na carreira policial, o delegado recomenda analisar se realmente possuem a vocação.
 
“Lamentavelmente, boa parte das pessoas escolhe o serviço público em virtude de status, estabilidade econômica, poder usar distintivo, portar arma, andar de viatura e etc. Tais objetivos são colocados em primeiro lugar na escala de desejos, quando, na verdade, deveria ser a vocação a principal motivação, juntamente ao ideal de fazer o bem em prol da coletividade”, ressalta.
 
Para quem, ainda assim, quiser concorrer às vagas da carreira policial, Delta Thiago deixa a seguinte mensagem: “Acredite em você, tenha fé, lute e realize seus sonhos! Passe o trator nos obstáculos! Vale a pena”.

I Encontro Nacional de Concurseiros

Delta Thiago estará no I Encontro Nacional de Concurseiros (Enacon), em março de 2018, no Rio de Janeiro. No evento, que tem patrocínio da FOLHA DIRIGIDA, serão reunidos homens e mulheres de todas as partes do Brasil, de diferentes faixas etárias, mas que têm um sonho em comum: a aprovação em concurso público.

Acesse a programação completa e faça sua inscrição!

Desconto de 15% para os leitores da Folha Dirigida: basta que na página de inscrição os participantes utilizem o código FOLHADIRIGIDA (tudo junto e maiúsculo) para ter direito ao desconto. Aproveite!

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações