Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Casos de Sucesso: rede social ajudou concurseira a sair da solidão

Casos de Sucesso: rede social ajudou concurseira a sair da solidão

Resumo: Camilla Passos, de 28 anos e dona do perfil @concurseiradorio, conta sua trajetória até conseguir uma vaga na Secretaria de Educação do Rio.


Muitas pessoas crescem ouvindo dos pais que fazer concurso público é o segredo para ter estabilidade financeira, profissional e, assim, alcançar uma vida confortável. Com Camilla Passos, de 28 anos, não foi diferente. Espelhada no pai, que hoje é aposentado da Petrobras, Camilla ingressou no mundo dos concursos e ainda encontrou um jeito de usar a sua trajetória para ajudar outros concurseiros.  
 
É que em meio a solidão dos estudos, ela viu na rede social do Instagram, uma forma de partilhar as dúvidas, anseios e a rotina pesada. O recurso deu tão certo, que Camilla hoje é mais conhecida como @concurseiradorio, no de seu perfil.
 
Confira os últimos Casos de Sucesso:
camila passos é a concurseira do rio
Camilla Passos é conhecida como a @concurseiradorio

Camilla escolheu os concursos desde cedo

Quando ainda era adolescente e estava terminando o ensino médio, Camilla Passos chegou a fazer algumas provas de concurso, mas como ela mesmo explica, não levava o assunto a sério.
 
"Achava que se eu fizesse  a inscrição e estudasse de um jeito meia-boca, ia conseguir alguma coisa. Era aquele pensamento de 'vou fazer, vai que...'. Fiz alguns concursos, mas obviamente não passei", lembra.
 
 
Algum tempo depois, quando já tinha terminado a faculdade de Administração, Camilla se deparou com um momento reflexivo em sua vida, e decidiu que tinha que fazer algo para mudar.
 
"Estava desempregada e com muita dificuldade de encontrar um trabalho legal, com um salário bacana. Como moro com meus pais, sentei com eles e conversei sobre a possibilidade de me dedicar exclusivamente aos concursos públicos, e eles apoiaram", conta.

Preparação durava oito horas por dia

Foi em 2014, que ela começou a levar o assunto a sério e passava até oito horas por dia estudando. No começo, a futura servidora precisou da ajuda de um curso presencial, já que ainda não conhecia muito bem a lógica dos concursos. Saiba como criar a sua própria rotina de estudos e como não perder a motivação.
Por: Jéssica Antunes - [email protected]

CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações