Entrar Assine

Notícia principal

Em todo o país, mais de 350 mil ainda aguardam convocação dos Correios

Em todo o país, mais de 350 mil ainda aguardam convocação dos Correios


A recente decisão da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) mantendo a determinação para que os Correios contratem os aprovados no concurso de 2011, até o limite verificado de terceirizados irregulares, trouxe uma ponta de esperança para aqueles que, mesmo após tantos anos, ainda estão aguardando serem chamados. E renova as esperanças de que o novo concurso para a empresa seja lançado.
 
Em todo o país, 353.139 aguardam convocação, a grande maioria, 341.545, para a função de atendente comercial, que inclusive não faria parte do novo concurso anunciado pela empresa no ano passado, mas que foi suspenso temporariamente em função do ajuste fiscal do governo. São 10.964 esperando convocação para carteiro e apenas 630 para operador. Muitos desses candidatos já passaram inclusive por testes físicos ou até mesmo exame pré-admissional mas ainda não conseguiram a contratação.
 
Mas apesar da nova decisão da Justiça, os Correios resistem em acatar a determinação de convocação e informaram já ter apresentado recurso. Questionada sobre o teor do recurso, a empresa disse que os seus argumentos serão apresentados apenas em juízo. Até por esse tipo de postura, de uma maneira geral, a insatisfação é o sentimento que une aqueles que ainda sonham ingressar na empresa.

Depoimentos de quem aguarda chamada dos Correios

 

Um dos que está nessa fila, esperando por uma luz no fim do túnel, é André Luis dos Santos, que foi aprovado em 26° lugar para o agente de Correios e ainda nem ouviu falar em convocação. A situação de Fábio Cavalcante não é melhor: ficou na posição 618, e o último contratado foi o do 600° lugar. Mesmo tão perto de alcançar sua vaga, ele não acredita que isso seja possível. “Estou desesperançoso sobre o resultado e não tenho expectativas de ser chamado. Passamos por um momento tão ruim da administração, que me roubam essa esperança”.

CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO


OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações