Entrar Assine

Notícia principal

Concurso Embasa: professor descarta concorrência e orienta estudos na reta final

Concurso Embasa: professor descarta concorrência e orienta estudos na reta final

Resumo: Está chegando o dia da tão esperada prova do concurso Embasa 2017, destinado a profissionais de nível médio, técnico e superior na Bahia. A FOLHA DIRIGIDA conversou com Edmundo Garcia, professor da área jurídica do curso Impar Concursos, sobre como não se abalar com a quantidade de concorrentes e com o nervosismo


Está chegando o dia da tão esperada prova do concurso Embasa 2017, destinado a profissionais de nível médio, técnico e superior na Bahia. A FOLHA DIRIGIDA conversou com Edmundo Garcia, professor da área jurídica do curso Impar Concursos, sobre como não se abalar com a quantidade de concorrentes - leia a matéria Concurso Embasa recebe 128.861 inscritos - e com o natural nervosismo, além de dicas sobre revisão e preparação para a prova. 
 
O concurso possui 600 vagas para locais diversos do estado da Bahia, e o número de candidatos contabilizados chega a 128.861. O professor afirma que uma concorrência tão significativa representa para os candidatos certa angústia ou preocupação, mas lembra que uma grande parcela desses candidatos não está devidamente preparada. Assim, a orientação é o que o candidato não se deve deixar abalar por números, mantendo a dedicação e perseverança até o dia da prova. Afinal, angústia, ansiedade e preocupação são pontos negativos que não devem atrapalhar a consciência do que foi estudado.
 
A prova objetiva e discursiva, marcada para o dia 7 de maio, daqui a duas semanas, contará com redação e questões de Língua Portuguesa, Matemática, Noções de Legislação, Conhecimentos Específicos, entre outras disciplinas. Para o especialista, este é o momento do estudo dirigido, com foco total no conteúdo já estudado. Todas as disciplinas são importantes, é claro. Porém, o candidato deve dar uma atenção maior para aquelas em que tem maior dificuldade.
 
"A reta final exige do candidato resolução de questões, revisão dos conteúdos trabalhados e das disciplinas em que possuem maior dificuldade" diz, aconselhando também recorrer às anotações para relembrar alguns pontos. "No Curso Ímpar, por exemplo, temos cursos focados na 'reta final' e 'aulões' de véspera, que ajudam bastante o candidato a rever pontos importantes ou até mesmo aprender algo que passou despercebido."
 
A organizadora deste concurso é a IBFC, uma banca dirigida à doutrina de "letra da lei", com questões que exigem conhecimento de termos jurídicos pela literalidade do texto. Ter esse conhecimento é importante também para diminuir o tempo gasto na resposta a cada questão. O especialista considera as questões de média complexidade e aconselha ao candidato a não se preocupar demais, mantendo o foco e a tranquilidade, seguindo as dicas recebidas.

Cuidados na véspera e no dia da prova 

No dia anterior à prova, alerta o professor, o candidato deve evitar dormir pouco, consumir bebidas alcoólicas e comidas pesadas, assim como o acúmulo de muitas informações de última hora. Uma revisão rápida não faz mal a ninguém. Mas, sem excessos, pois a mente deve ficar tranquila e o corpo, descansado. 
 
É sugerido ouvir uma música que acalme o coração, evitar esforço desnecessário e evitar debater questões com colegas, para ajudar no relaxamento e não causar nervosismo. Já no dia da prova, é necessário ler cada questão com muita atenção, trabalhar o tempo, acreditar que tudo dará certo e “partir pro abraço”, nas palavras de Edmundo Garcia. "Vocês estão preparados e serão vitoriosos!", concluiu.
 
Por: Érica Bastos - [email protected]

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações