Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso INSS 2018: o que pode cair sobre a Reforma da Previdência

Concurso INSS 2018: o que pode cair sobre a Reforma da Previdência

Resumo: Professor Italo Romano dá dicas de Direito Previdenciário para o concurso INSS 2018. Confira o que ele fala diz sobre a Reforma da Previdência.


O pedido de concurso INSS ao Planejamento deixou os concurseiros esperançosos por um edital. Com a notícia desse possível novo concurso, os candidatos começaram os estudos do Direito Previdenciário. A Reforma da Previdência é um dos principais assuntos em pauta e gera muitas dúvidas sobre a cobrança nas provas do INSS.
 
O Instituto Nacional do Seguro Social solicitou 16.548 vagas, sendo, pelo menos, 7.580 para o concurso INSS 2018. Já está mais do que claro que quem deseja ser aprovado em um concurso público deve ter uma preparação intensa e antecipada. Por isso, é importante começar a estudar mesmo sem o edital ter sido publicado.

Reforma da Previdência no concurso INSS 2018

Professor Italo Romano
Professor Italo Romano comenta
mudanças em Previdenciário
Foto: Arquivo pessoal
De acordo com o professor em Direito Previdenciário, Italo Romano, certamente o tema  Reforma da Previdência será muito explorado no concurso INSS 2018. Por isso, o professor recomenda que os interessados nessa seleção estudem desde já essa matéria, mesmo que a proposta de novo concurso ainda não tenha sido aprovada.
 
"Antecipar os estudos é também uma grande vantagem competitiva, pois o conteúdo programático normalmente é bastante extenso", alertou.
 
 
"A reforma está sendo discutida diariamente e, ao meu ver, é uma oportunidade para o estudante já ir se familiarizando com os conceitos previdenciários. Enfim, acompanhar as notícias sobre a Reforma Previdenciária é quase que uma aula gratuita de Direito Previdenciário. Entretanto, em concurso público o marco que deve ser levado em conta é a data da publicação do edital, pois nada que seja alterado após essa data pode ser cobrado na prova."

Concurso INSS 2018 deve manter programa do último concurso

Para o especialista, que já foi servidor do INSS, o programa anterior será mantido. "Historicamente o INSS vem cobrando sempre as mesmas disciplinas: Direito Previdenciário, Administrativo, Constitucional, Raciocínio Lógico, Informática, Ética e Português. É possível que surja alguma novidade, mas antecipar os estudos em relação a essas disciplinas listadas é muito importante e fará toda a diferença", recomendou.
 
 
Dessas disciplinas elencadas por ele, Italo enfatiza que os candidatos devem dar uma atenção especial ao Direito Previdenciário, pois corresponde a quase 60% de toda a prova. E além dessa matéria, um foco maior deve ser dado também ao Direito Administrativo, pois foi a segunda disciplina mais cobrada no exame anterior.

Dez principais tópicos em Direito Previdenciário

O professor Italo Romano separou quais são os dez principais tópicos que certamente devem estar presentes nas próximas provas do INSS. Os candidatos que já estão se preparando podem começar os estudos por esses temas. Ficou curioso? Veja abaixo!
Por: Giulliana Barbosa - [email protected]

CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações