Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Corporação programa concurso para 2013


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro pretende realizar um novo concurso público para 6 mil vagas de soldados no próximo ano. O chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), o tenente-coronel Roberto Vianna afirmou que o comando da PM prepara o pedido de autorização para abrir a seleção em janeiro de 2013.
 
Segundo o tenente-coronel, a corporação encaminhará a solicitação até o final de junho à Secretaria de Planejamento e Gestão, que deverá avaliar a possibilidade de incluir o concurso no Orçamento de 2013.
 
O salário do soldado da Polícia Militar é de R$1.769,33, já incluído o auxílio-transporte de R$100. Também são pagas gratificações para quem fizer cursos de qualificação (R$350) ou trabalhar numa Unidade de Polícia Pacificadora (R$500 para os praças, podendo chegar a mil reais para os comandantes), por exemplo. Roberto Vianna salientou que os candidatos devem estudar com base nos programas dos concursos realizados em 2010.

Convocações
 
O último concurso para soldado da Polícia Militar aconteceu em 2010. A corporação começa a convocar, em maio, 4 mil aprovados nessa seleção para fazer o Curso de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), em Sulacap.
 
A partir do próximo mês, serão nomeados 500 concursados a cada mês, até dezembro. Desse total, serão 3.500 homens e 500 mulheres. Os novos praças deverão ser lotados nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) ou em localidades da Região Metropolitana que têm sofrido com a migração da criminalidade, após a ocupação pela PM do território anteriormente sob influência do tráfico.
 
Durante o curso de formação, que dura seis meses, o salário será de R$1.122,28, aumentando para R$1.669,33 após a investidura no cargo de soldado.
 
Essas convocações vão gerar um aumento de quase 10% no atual efetivo, que atualmente é de 43.175 policiais. O impacto previsto na folha de pagamento deste ano é de R$ 26 milhões. A meta do estado é de ter 60 mil profissionais até 2014.

 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações