Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso PC-MT: investigação segue em análise pelo MP

Concurso PC-MT: investigação segue em análise pelo MP

Seleção foi suspensa por 60 dias após suspeita de fraude no dia da aplicação da prova


Vinte e sete dias depois do fim do prazo da suspensão do concurso para a Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso (PC-MT), o destino da seleção segue indefinido. As investigações por suspeita de fraude na aplicação da prova para delegado já foram concluídas pela Polícia Civil do estado e seguem nas mãos do Ministério Público do Mato Grosso, que analisa o documento.

O fim da suspesão do concurso terminou no dia 12 de janeiro, quando a conclusão da investigação deveria ter sido apresentada e o destino do PC-MT ter sido definido. Porém, o órgão informou à FOLHA DIRIGIDA que o resultado da investigação dependia do Ministério Público. FOLHA DIRIGIDA foi atrás do MP para saber como está a análise da investigação e se há uma data para a divulgação da conclusão das mesmas. 
 
A Assessoria de Imprensa do MP informou nesta quarta-feira, 7, que a análise da investigação da suspeita de fraude no concurso prossegue em sigilo e que ainda não há um prazo para a divulgação do inquérito. 
 
FOLHA DIRIGIDA também entrou em contato com o Cebraspe, banca responsável pela seleção, para saber qual será o encaminhamento do PC-MT, uma vez que o último edital divulgado pela instituição só previa a suspensão do concurso por 60 dias, prazo que há muito acabou. No entanto, até a publicação desta matéria, a instituição ainda não havia respondido nossos questionamentos.
 
Fachada da Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso
PJC-MT: resultado da investigação ainda em análise
(Foto:Divulgação)

.O que fazer quando se depara com fraudes no concurso público?

Entenda o que causou o pedido de anulação

O exame do concurso da Polícia Civil do Mato Grosso foi aplicado no dia 8 de outubro. A suspensão veio após uma suspeita de irregularidades durante a realização do exame. Uma das mais grave seria a constatação dos lacres dos envelopes das provas rompidos antes da avaliação. Se confirmadas as denúncias de irregularidades, o concurso poderá ser anulado.  A  Gerência de Combate ao Crime Organizadora (GCCO) e o Ministério Público Estadual (MPE) fizeram o anúncio do início das investigações no dia 8 de novembro.
 
Alguns candidatos também relataram em grupos do Facebook que houve vazamento das fotos dos gabaritos bem como a suspeita de que fotos da prova passaram a circular também em grupos de estudo do Facebook. 
 
O concurso da Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso teve mais de 13 mil inscritos na seleção que tem como objetivo formar cadastro reserva no cargo de delegado substituto. Caso o concurso prossiga o seu andamento, a remuneração inicial dos aprovados será de R$19.316,46, para uma jornada de 40 horas semanais.

Por que continuar a estudar mesmo com fraudes em concursos

O especialista Alexandre Prado comenta a "Operação Gabarito", que já identificou fraudes em mais de 90 concursos públicos no Brasil. Ele explica o que você, concurseiro, deve fazer diante dessas notícias.



Por: Camila Miranda - [email protected]

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações