Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Vice-presidente do sindicato da Polícia Civil do Paraná não acredita em concurso para breve

Vice-presidente do sindicato da Polícia Civil do Paraná não acredita em concurso para breve

Resumo: Concurso da Polícia Civil vive impasse no Paraná. De um lado, o governo alega que está fazendo estudos para viabilizar. De outro, sindicato da categoria não acredita que processo será aprovado.


Daniel Cortês, vice-presidente do Sinclapol do Paraná
Daniel Cortês, vice-presidente do SINCLAPOL: nada de concurso
O Sindicato da Polícia Civil do Paraná (SINCLAPOL) não acredita na realização do concurso para investigador de polícia, mesmo após a assessoria de imprensa da Secretaria de Administração e Previdência do Paraná informar que a Comissão de Política Salarial estaria avaliando esta possibilidade.
 
Segundo o vice-presidente do SINCLAPOL, Daniel Cortês, é muito improvável que algum concurso seja aprovado pelo governo diante da conjuntura política e econômica que o país se encontra. 
 
"Essa história de que a Comissão de Política Salarial está estudando a aprovação do concurso é enrolação. A ordem é que não tenha concurso nenhum", informou Daniel à FOLHA DIRIGIDA nesta terça-feira, 12.
 
Ele explicou ainda que os ajustes fiscais realizados pelo governo federal, em parceria com os estados, estariam interferindo na liberação dos concursos da polícia civil. O sindicato informou também que em todo o estado do Paraná a defasagem no número de policiais civis chega a 3 mil, e o déficit maior seria entre os escrivães.

Concurso prevê 766 vagas

Em junho deste ano, a Polícia Civil solicitou ao governo do Paraná um concurso público com 766 vagas para investigador de polícia da 5ª categoria. Os cargos são para nível superior com vencimentos que variam de R$ 5.478,00 a R$ 5.752,00

Mais dois concursos aguardam autorização

Segundo o Grupo Auxiliar de Recursos Humanos da Polícia Civil, além do concurso para investigador, o órgão aguarda autorização das seleções para escrivão e papiloscopista, pedidos em 2014.

As carreiras de escrivão e papiloscopista possuem o subsídio fixo de R$5.752,41. Todos os cargos exigem nível superior para qualquer especialidade.

Por: Jéssica Antunes - [email protected]

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações