Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Nova série de concursos aparece no orçamento 2016


A Polícia Civil já conta com o aval orçamentário para realizar novos concursos em 2016. A proposta orçamentária, aprovada na Assembleia Legislativa em dezembro, garante um montante de 30 milhões somente para a seleção, formação, capacitação e aperfeiçoamento dos policiais civis. Na descrição do gasto a proposta destaca a realização de concursos pela Academia de Polícia (Acadepol) para as diversas carreiras policiais. Agora a abertura das seleções depende da autorização do governador Geraldo Alckmin, que já analisa o pedido enviado pela instituição, que prevê o preenchimento de 3.176 vagas, número que será dividido entre o aproveitamento de remanescentes e a realização de novos concursos.

Do total de vagas, 851 são para cargos de nível médio distribuídas entre as carreiras de atendente de necrotério, auxiliar de necropsia, papiloscopista, desenhista, fotógrafo técnico pericial, agente policial, auxiliar de papiloscopista e agente de telecomunicações. Para nível superior são 2.325 oportunidades, divididas entre perito, médico legista, investigador, escrivão e delegado.

As novas seleções já estão nos planos do órgão desde o ano passado, devido ao grande número de aposentadorias previstas para os próximos anos, decorrentes da Lei Complementar 144. O texto, sancionado pela presidente Dilma Rousseff em maio de 2014, reduz de 70 para 65 anos a aposentadoria compulsória para o serviço policial.

Os próximos concursos contarão com duas mudanças em relação às últimas seleções do órgão. A primeira está na escolaridade mínima, que passa a ser de nível médio completo. A alteração é decorrente da Lei Complementar 1.249/2014, que passou de nível fundamental para médio as carreiras de atendente de necrotério, auxiliar de papiloscopista e agente policial. Além da mudança na escolaridade os novos concursos passarão a contar também com alterações no conteúdo programático, previstas pelo Decreto 60.449, que regulamenta os concursos no Estado de São Paulo. Com a nova legislação tornou-se obrigatória a avaliação de conhecimentos nas áreas de interpretação de texto, noções de Informática e noções de Administração Pública. Esta última passa a ser a grande novidade, tendo em vista que as duas primeiras já costumam estar inclusas nas seleções do órgão.

 

CARGOS

VAGAS

REMUNERAÇÃO

NÍVEL MÉDIO

Agente Policial

249

R$3.365,11

Agente de telecomunicações

252

R$4.023,29

Auxiliar de papiloscopista

136

R$3.365,11

Papiloscopista

72

R$4.023,29

Auxiliar de Necropsia

36

R$4.023,29

Atendente de Necrotério

54

R$3.365,11

Desenhista

11

R$4.023,29

Fotógrafo

41

R$4.023,29

NÍVEL SUPERIOR

Investigador

985

R$4.171,49

Escrivão

922

R$4.171,49

Perito

129

R$8.538,49

Médico Legista

68

R$8.538,49

Delegado

221

R$10.079,28

* Os valores citados já incluem o adicional de insalubridade de R$571,51, pago a todas as carreiras da área policial

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações