Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

166 mil disputam 600 vagas de escrivão, delegado e perito. Provas no dia 21


O concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas de escrivão, delegado e perito registrou um total de 166.052 inscritos. O número foi divulgado nesta sexta-feira, dia 12, junto aos locais e horários das provas objetivas e discursiva, marcadas para o próximo dia 21 (domingo). Para escrivão e perito, ambos os exames terão início as 8h (horário de Brasília) e duração de cinco horas. No caso de delegado, a prova objetiva começara às 8h e a discursiva, às 14h. Os candidatos ao cargo terão quatro horas para fazer cada uma das avaliações. Os locais de prova devem ser conferidos no site do organizador, o Cespe/UnB, por meio dos links a seguir: escrivão, delegado e perito.
 
No dia da prova, os candidatos devem comparecer aos locais determinados com antecedência mínima de uma hora (às 7h, portanto. E às 13h, no caso da prova discursiva de delegado. Sempre considerando o horário de Brasília), munido apenas de caneta esferográfica de tinta preta, fabricada material transparente, do comprovante de inscrição ou do comprovante de pagamento de inscrição, além do documento de identidade original.
 
Concorrência - Sem a realização de concursos desde 2004, a concorrência nos cargos de delegado e perito será maior do que para o de escrivão, que teve seleção aberta em 2009. Para delegado, são 46.633 inscritos para 150 vagas, um índice de 310,89 para cada vaga. No caso de perito, são, ao todo, 35.800 inscritos para as 100 vagas distribuídas por 13 áreas de atuação (média de 358  por vaga). As maiores demandas são para as áreas 8 (Biomedicina ou Ciências Biológicas; quatro vagas) e 13 (Engenharia Elétrica; uma vaga), com 1.318,25 e 1.306 candidatos por vaga, respectivamente. As disputas menos acirradas serão pelas vagas da área 5 (cinco vagas) e 9 (dez vagas). São 124,20 candidatos por vaga na primeira (Geologia) e 144,10 na segunda (Engenharia Florestal).

Único do concurso aberto aos graduados em qualquer área, o cargo de escrivão atraiu 83.619 inscritos para as 350 vagas oferecidas. O número é 62,5% maior do que o registrado na seleção de 2009 (51.444 inscritos), que foi para 400 vagas, porém, simultânea à seleção para agente, que apresenta os mesmos requisitos e tem a preferência de muitos dos interessados em ingressar na Polícia Federal. No atual concurso para escrivão, a demanda é de 238,91 candidatos por vaga, enquanto que na de 2009 ela ficou em 128,61.

Deficientes – De acordo com a Assessoria de Imprensa do Cespe/UnB, ao todo, 949 candidatos se declararam deficientes no ato da inscrição (502 no caso de escrivão, 306 no de delegado e 141 no de perito). O organizador ressaltou, no entanto, que esses candidatos serão submetidos, no decorrer do concurso a uma perícia médica, para analisar a sua qualificação como deficiente. A falta de reserva de vagas para pessoas com deficiência foi o que motivou o Supremo Tribunal Federal (STF) a suspender o concurso em julho do ano passado, até que a PF incluísse a cota nos três cargos, o que aconteceu em maio deste ano.

A relação provisória dos candidatos que informaram ser deficientes foi divulgada nesta sexta, no site do Cespe/UnB. O edital do concurso prevê um prazo de dois dias para contestar, de forma presencial ou por e-mail, o indeferimento da inscrição na condição de candidato com deficiência.

Além das provas escritas, a seleção da PF prevê exame de capacidade física, agendado para 14 e 15 de setembro, exame médico, avaliação psicológica, de títulos (para delegado e perito) e prova prática de digitação (somente escrivão), oral (apenas para delegado) e curso de formação. Os concursados serão lotados, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, e em unidades de fronteira (também no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina), com remuneração inicial de R$7.887,33 (escrivão) ou R$14.410,11 (demais), já com o auxílio-alimentação, de R$373. A validade do concurso será de um mês, podendo dobrar.
 
Serviço
Relação de inscritos como deficiente: www.cespe.unb.br/concursos.
Recurso - inscrição como deficiente: Central de Atendimento do Cespe/UnB - Universidade de Brasília (UnB), Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cespe/UnB - Asa Norte, Brasília/DF ou [email protected]

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações