Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Inscrições para 600 vagas só até a próxima segunda, 9


Os interessados em concorrer às 600 vagas oferecidas pela Polícia Federal (PF) no concurso para escrivão, delegado e perito têm somente até as 23h59 da próxima segunda-feira, dia 9, para se candidatar. As inscrições são feitas pela internet e, inclusive, em postos credenciados (no horário de funcionamento de cada estabelecimento). São 350 vagas no cargo de escrivão, que tem como requisito o ensino superior completo em qualquer área e a carteira de habilitação, na categoria "B" ou superior. A remuneração inicial no cargo é de R$7.818, já incluindo o auxílio-alimentação, que é de R$304.
 
Para delegado e perito, cujos iniciais são de R$13.672 (também com o auxílio), são oferecidas, respectivamente, 150 e 100 vagas. O primeiro é aberto aos bacharéis em Direito e, o segundo, àqueles que possuem a formação em um dos 23 cursos superiores aceitos para as 13 áreas pelas quais as chances estão distribuídas. Para ambos, também é exigida a carteira de habilitação. A oportunidade é para lotação, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, e em unidades de fronteira (localizadas também no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina).
 
As inscrições são recebidas no site do Cespe/UnB (organizador) e estão condicionadas ao pagamento, até o dia 20 deste mês (em qualquer banco, nas casas lotéricas ou nos Correios), de taxa no valor de R$125 (escrivão) ou R$150 (demais). Quem faz parte do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal de até R$1.866 (três salários mínimos) ou renda familiar mensal por pessoa de até R$311 (meio salário mínimo) pode se inscrever solicitando a isenção da taxa. O concurso compreende provas objetiva e discursiva (previstas para 19 de agosto, em todas as capitais), exame de aptidão física, exame médico, prova oral (somente para delegado), avaliação psicológica, avaliação de títulos (para delegado e perito), prova prática de digitação (apenas para escrivão), investigação social e curso de formação. A validade do concurso será de um mês, podendo dobrar.
 
Retificação - A PF retificou na última segunda-feira, dia 2, o item 12.7 do edital de delegado. Com a mudança, fica determinado que a prova oral terá duração de 20 minutos.
 
Ação judicial - O Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI) informou que ajuizou ação civil pública pedindo que seja garantida a reserva de vagas a deficientes no concurso de delegado. Foi solicitada uma liminar determinando a retificação do edital, fazendo constar o número de vagas específico para portadores de deficiência, e a abertura de novo prazo de inscrição. Na última segunda, o Cespe/UnB informou que ainda não havia sido notificado da ação.
 
A Advocacia-Geral da União (AGU) informou nesta terça-feira, dia 3, que a União já foi intimada, protocolou sua manifestação sobre o pedido de liminar na última segunda e agora aguarda a decisão do juiz quanto a essa solicitação. A PF ainda não se manifestou sobre o assunto.

Serviço
Inscrições:
www.cespe.unb.br

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações