Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Saiu edital de 1.066 vagas para secretário escolar


Ótima notícia para os interessados em ingressar na Prefeitura do Rio de Janeiro e conquistar um emprego com estabilidade: saiu o edital do concurso para 1.066 vagas de secretário escolar da Secretaria Municipal de Educação (SME), cargo que exige o nível médio. As inscrições começam no próximo dia 20.

A previsão inicial era de que a oferta fosse de 1.200 vagas, já que este foi o quantiativo estabelecido pela lei que criou a carreira, em novembro do ano passado. A secretária municipal de Educação, Claudia Costin, também havia confirmado a oferta, em várias entrevistas à FOLHA DIRIGIDA. A SME ainda não justificou a diferença das 134 vagas, no entanto, em virtude da lei que criou a carreira, sabe-se que este quantitativo poderá ser preenchido ao longo do prazo de validade da seleção, de dois anos, prorrogável por igual período.

O cargo de secretário escolar proporciona remuneração inicial de R$925,03, para carga semanal de 40 horas, sendo R$661,03 de salário e R$264 de auxílio-alimentação (valor unitário de R$12 para a média de 22 dias de trabalho). Os contratados também receberão R$121 de auxílio-transporte.

As inscrições estarão abertas das 10h do dia 20 de março até as 23h59 de 1º de abril, somente via internet, no site da Prefeitura do Rio. A taxa, de R$50, deve ser quitada, via boleto, até o dia 2 de abril, nas seguintes agências bancárias: Brasil S/A, Santander S/A, Estado do Rio Grande do Sul S/A, Brasília S/A, Caixa Econômica Federal, Bradesco S/A, Itaú S/A, Mercantil do Brasil S/A, HSBC Bank Brasil S/A - Banco Múltiplo, Safra S/A, Citibank S/A e Bancoob S/A.

A SME informou que os aprovados e convocados deste concurso serão lotados nas escolas municipais da rede de ensino fundamental. A seleção tem previsão para ser homologada no próximo mês de julho, quando os primeiros classificados devem começar a tomar posse. O processo seletivo se dará através de prova objetiva, cuja data ainda será divulgada, constando de 50 questões sobre Língua Portuguesa, Matemática e Noções de Informática. Haverá, ainda, uma redação, que versará a respeito de algum tema da atualidade.

Para a secretária municipal de Educação do Rio de Janeiro, Cláudia Costin, as escolas municipais têm muito a ganhar com esses novos profissionais. "Criamos este cargo porque ele é fundamental em nossos colégios, principalmente porque vai liberar o diretor de escola para que ele possa cuidar da aprendizagem do aluno. Teremos alguém que irá ajudar e apoiar os processos de preparação de histórico escolar e as informações para a sede sobre nossos alunos. Estamos muito ansiosos para que o secretário entre logo nas escolas”, contou.

Serviço
Inscrições - http://concursos.rio.rj.gov.br
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações