Concurso Susipe-PA: após massacre, governo convocará 642 agentes - Folha Dirigida
Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso Susipe-PA: após massacre, governo convocará 642 agentes

Concurso Susipe-PA: após massacre, governo convocará 642 agentes

O governo do Pará anunciou a convocação de 642 agentes prisionais excedentes do concurso Susipe-PA.

O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou a convocação de 642 novos agentes prisionais nesta quarta-feira, 31. Eles foram aprovados como excedentes no último concurso Susipe-PA (Superintendência do Sistema Penitenciário), aberto em 2017. A atitude foi tomada após o massacre do presídio de Altamira, que resultou na morte de 58 presos.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Barbalho explicou que os novos agentes se juntarão aos 485 aprovados no mesmo concurso. No último caso, os profissionais serão empossados no sábado, 3 de agosto, data que foi antecipada pelo governo do Estado após o ocorrido.

"A decisão partiu de um acordo com a Justiça. Chegamos a um entendimento que permitirá que esses excedentes possam se somar aos agentes que já estão no sistema, como também aos concursados que serão empossados no próximo sábado", declarou o governador.

Com a nova chamada de aprovados no concurso Susipe-PA, o governo busca fortalecer o sistema penitenciário do Estado. Além de fazer parte de uma estratégia também de geração de emprego.

“Fechamos o acordo para o chamamento dos excedentes do concurso da Susipe-PA. Eles foram classificados no concurso, mas não haviam sido chamados. Sejam bem-vindos todos os concursados para que juntos possamos trabalhar pela paz dentro e fora dos presídios paraenses”, disse Barbalho.

Agora, serão 1.127 agentes em atuação nas unidades penitenciárias do Pará.

Susipe-PA realizou concurso para contratação de novos agentes
prisionais (Foto: Divulgação)

 

Publicado em dezembro de 2017, o edital do concurso Susipe-PA ofereceu 500 vagas para o cargo de agente prisional. A carreira exige nível médio e carteira de habilitação nas categorias “D” ou “E”. O salário inicial é de R$2.435,10.

Desde o início do ano, uma comissão formada por excedentes tinha tratativas com o governo e a Justiça para que as nomeações fossem feitas. Após serem convocados, os candidatos farão o curso de formação específico para o cargo, que tem a duração de cerca de dois meses e meio.

"Estamos muito felizes com a decisão. O Governo do Pará, desde o início, tem mostrado interesse por nós que já aguardávamos por sete meses o chamado para o serviço público", disse Helisson Portal da Cruz, um dos excedentes aprovados no concurso, que esteve com o governador, nesta quarta, 31.

Entenda a situação dos presídios

Na segunda-feira, 29 de julho, um confronto entre facções criminosas no presídio de Altamira resultou na morte de 58 presos. Líderes do Comando Classe A (CCA) invadiram a cela onde estavam os internos do Comando Vermelho (CV).

Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), 41 mortes foram por asfixia. Outros 16 foram decaptados. Na terça, 30, mais um corpo foi encontrado carbonizado entre os escombros do presídio.

A unidade penitenciária de Altamira opera com superlotação e com péssimas condições. No dia do massacre, havia 311 custodiados, enquanto a capacidade máxima é de 200 presos. Depois das mortes, o governo do Pará determinou a transferência de dez internos para o regime federal.

Além disso, 36 serão redistribuídos entre os demais presídios paraenses. Nesta quarta, 31, quatro presos foram encontrados mortos na transferência de Altamira para Belém.   

+ Governo do Pará anuncia concursos para PM, Polícia Civil e Susipe

Susipe-PA terá novo concurso público

Em abril deste ano, o governo do Pará anunciou a realização de novos concursos para os órgãos de Segurança do Estado. Entre eles está a Susipe, que deverá contar mais vagas de agente prisional, no nível médio.

Quer materiais de preparação para concursos?

Outros editais anunciados são para a Polícia Militar e a Polícia Civil. O governo não divulgou o número de vagas, remunerações, nem prazo para a publicação dos editais. Para que isso ocorra, a Sead-PA terá que formar as comissões responsáveis por acompanhar os concursos. 

Entenda sobre o curso de formação em concursos:




Comentários