Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

TJ-MG prepara edital para nível médio


O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) ratificou, na última semana, que o edital do concurso para vagas imediatas e cadastro em cargos de nível médio já está fase de elaboração pela Consulplan e será publicado neste semestre. Embora o número de vagas ainda não tenha sido informado, a maior oferta deverá ser para Belo Horizonte e Região Metropolitana, onde há maior déficit de servidores.

 O concurso será para oficial de apoio judicial (Justiça Comum e Juizado Especial) e oficial judiciário (Comissário da Infância e da Juventude. Além de estabilidade, os novos servidores encontrarão boa remuneração inicial de R$3.238,54, já com o auxílio-alimentação de R$799.
    
 Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o coordenador geral licenciado do Sindicato dos Servidores da Justiça de 2ª Instância do Estado de Minas Gerais (Sinjusmg), Wagner Ferreira, destacou necessidade do concurso para o TJ-MG. "Além das aposentadorias que fazem parte de um processo natural, com a crise econômica as pessoas que perdem o emprego tendem a buscar com mais frequência seus direitos junto ao tribunal, aumentando, assim, a demanda processual. Desta forma, os servidores não conseguem dar conta de tanto trabalho, necessitando a contratação de pessoal por meio de concurso", observa.

O sindicalista garante ainda que a maior carência é para as comarcas de Belo Horizonte, Montes Claros e Governador Valadares. De acordo com ele, em função do grande déficit de pessoal, muitos aprovados deverão ser convocados durante o prazo de validade do concurso. "Esperamos pelo menos mil contratações para a 1ª instância, sem contar as aposentadorias que poderão aumentar ainda mais esse número", prevê.

 A seleção dos candidatos será por meio de prova objetiva, com 20 questões de Língua Portuguesa, 15 de noções de Informática, 20 de noções de Direito e 25 de Atos de Ofício. A segunda fase será uma prova prática de digitação.

Novo concurso em BH - O concurso deste ano é para a 1ª instância e oferecerá vagas para praticamente todas as comarcas. A 2ª instância destina-se ao quadro de pessoal da sede do TJ-MG, em Belo Horizonte, cujo prazo de validade da seleção anterior termina em setembro. Segundo Wagner Ferreira, após essa data será dado início ao processo de preparação para um novo concurso para a capital.

O concurso previsto para o próximo ano será para oficial judiciário (483 vagas em aberto) e para técnico judiciário (91). O coordenador adianta que há um projeto de criação de duas novas Câmaras de Julgamento para Belo Horizonte e, em função disso, será preciso  aproximadamente 40 novos servidores somente para essas unidades. 

Professores dão dicas para os estudos


Alexandre Soares - Língua Portuguesa no Curso Degrau Cultural.

"A Consulplan tem uma visão bem tradicionalista, ou seja, a Gramática Normativa aparece mais, principalmente no que diz respeito à sintaxe, onde o candidato deve priorizar o valor semântico dos conectivos, que ele acaba se preparando quando está estudando orações. Pontuação também é outro fator a estar na ponta da língua, pois prova Consulplan sem pontuação não é prova Consulplan. Sendo assim, não se deve estudar por outras bancas. A atenção deve ser dada integralmente à Organizadora da concurso, mesmo em provas de níveis diferentes, pois focar na banca atual é mais importante que se dedicar apenas no último concurso para o Órgão. O interessado na aprovação deve estudar o máximo possível, em média se estuda entre 3 e 6 horas. É importante que ele (o candidato) estude matérias novas, mas nunca esquecendo de revisar o conteúdo já aprendido. Jamáis desacelerar o rítmo de estudo por conta da não definição da data de lançamento do edital, porque a conquista existe dois fatores imprescindíveis: a oportunidade e o preparo. Sendo que a oportunidade sempre vem, cedo ou tarde ela vem. Agora para consegui-la é necessário o preparo, pois caso contrário, de nada adianta a oportunidade."


Adriana Lunardi - Direito Constitucional e Administrativo no Curso Atuallys.

"Para a prova de legislação do TJMG, o candidato precisa se atentar para a definição dos órgãos, sua composição e sempre ter atenção aos prazos processuais e procedimentais. Para ter uma boa preparação é imprescindível que as horas estudadas sejam efetivas, ou seja, mais vale estudar uma hora bem aproveitada por dia, do que muitas em um dia só e nenhuma no dia seguinte. Concurso é constância, persistência. Vencer a si mesmo todos os dias. Vencer a vontade de ficar nas redes sociais, vencer a vontade de dormir. O conteúdo do último edital deve ser observado pois nele foi requisitada toda a base da legislação do órgão (Lei de Organização Judiciária, Regimento interno) e isso se repete em concursos para tribunais. Estudando esta legislação agora o candidato facilita sua vida. Quando o edital finalmente sair o concurseiro estrategicamente só terá que fazer revisões e exercícios enquanto os outros ainda estarão iniciando a jornada de aprendizado."


Paulo França - Informática no Curso Atuallys.

"Em Informática, os participantes do concurso para o TJMG devem focar em Redes (internet e intranet) e planilhas eletrônicas como o LibreOffice Calc, pois a Organizadora que realizará o certame, a Consulplan utiliza estes dois tópicos com muita frequência. Preparar-se por meio de um curso preparatório faz toda diferença. Além é claro de fazer provas recentes e muito estudo em casa. Inicialmente 2h por dia são um bom começo, quando sair o edital precisamos criar horários alternativos e ampliar esta carga horária em pelo menos mais uma hora. Não acredito que ter o último edital como base fundamental seja o indicado, pois a última prova foi elabora da pela organizadora Makiyama, e suas características são bem distintas quando comparada a Consulplan. Mesmo sem a data exata para a publicação do edital, os candidatos não devem perder o ritmo na preparação, porque o edital não vai demorar, e com certeza quem começar os estudos agora vai sair na frente, quem espera o edital para começar a estudar comete um erro estratégico na preparação, pois a matéria é grande e requer tempo e muita dedicação."

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações