Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Técnicos e analistas: alterada a comissão organizadora


O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TER-SP) alterou a composição da comissão organizadora de seu concurso público para técnicos e analistas judiciárias. O despacho que determinou a mudança dos integrantes foi publicado no Diário oficial da União do último dia 10 de novembro. O setor de recursos humanos do Tribunal informou que o grupo deve intensificar os trabalhos de planejamento do novo concurso somente após julho de 2016, quando se encerra a validade da última seleção, realizada em 2011.

Apesar de ainda não ter a oferta de vagas definida, o TRE-SP já trabalha com a previsão de edital no fim de 2016, com provas no início de 2017. A realização da seleção já está prevista no Projeto de Lei Orçamentária para 2016 (Ploa). De acordo com o texto, há uma estimativa de arrecadação de R$8.665.000 em inscrições.

O cargo de técnico judiciário conta com exigência de nível médico completo e remuneração inicial de R$6.164,92, já incluso o auxílio alimentação de R$799. Já para analista os iniciais são de R$9.602,97, já incluso o benefício. Neste caso a exigência é de nível superior em áreas a serem definidas. Os servidores ainda contam com auxílio-alimentação, no valor de R$799 e assistência pré-escolar, de R$632, para quem tem filho de até 6 anos e 11 meses, além de adicional de qualificação e outras gratificações que podem elevar ainda mais os vencimentos.

O último concurso do órgão contou com 111 oportunidades, sendo 59 para técnicos e 52 para analistas. A organizadora da seleção foi a Fundação Carlos Chagas, que pode ser mantida para a próxima seleção. A seleção contou com 633 convocados até o momento, incluindo servidores que foram aproveitados pelo Tribunal Regional Federal (TRF), que convocou aprovados do TRE enquanto não concluía o planejamento de sua seleção, realizada em 2013.
 
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações