Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

TRE: 625 classificados para nível médio


O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) inscreve até 11 de novembro no concurso para os cargos de técnico judiciário (nível médio e médio/técnico) e analista judiciário (superior). Os vencimentos são R$6.793,02 e R$10.595,13, respectivamente, já com o auxílio-alimentação de R$799 e a vantagem pecuniária individual de R$59,87. Um dos atrativos do concurso e a possibilidade de convocação de muitos aprovados além das 14 vagas do edital.

Durante os dois anos de validade da seleção, prorrogável por mais dois, poderão ser chamados mais de 1.335 classificados. Somente para técnico na área administrativa, que exige apenas o nível médio, pelo menos 625 classificados poderão ser convocados (veja tabela para todos os cargos).  O número de classificados equivale aos aprovados na prova objetiva, além dos empatados, que terão as redações corrigidas. Desta forma, o atual concurso poderá superar a seleção anterior, que ofereceu 111 vagas e convocou 633 classificados.

 A prova objetiva será aplicada no dia 12 de fevereiro de 2017, na cidade de São Paulo, com caráter eliminatório e classificatório. O exame será composto de 60 questões, distribuídas em disciplinas de conhecimentos gerais e específicos. Os aprovados serão aqueles que obtiverem, no mínimo, 60% de aproveitamento em cada disciplina. A segunda fase será a redação ou estudo de caso, para alguns cargos, que será no mesmo dia de aplicação da etapa objetiva.

 A carga horária será de 40h semanais, exceto as especialidades de Medicina e Assistente Social que cumprirão 20 e 30 horas, respectivamente. As taxas custam R$70 (nível médio e médio/técnico) e R$84 (superior), devendo ser quitada até o último dia de inscrições. O período para solicitar isenção já encerrou e os candidatos já podem consultar o resultado dos pedidos no site da organizadora, Fundação Carlos Chagas.

Os candidatos interessados nos cargos de técnico devem atentar-se para as exigências de cada cargo, pois apenas o da área administrativa possibilita que o interessado possua apenas nível médio. Os demais requerem, no mínimo, curso técnico na área de formação. A mesma análise também é válida para o cargo de analista, pois somente o cargo de analista da área administrativa autoriza o candidato a ser graduado em qualquer curso de nível superior. Os denais exigem formação específica (veja o quadro).

Serviço:
Inscrições - www.concursosfcc.com.br

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações