Entrar Assine

Notícia principal

Análise do último concurso TRF5: prepare-se para o novo edital

Análise do último concurso TRF5: prepare-se para o novo edital

Resumo: É grande a expectativa para o concurso TRF5. Com a FCC escolhida para ser organizadora, a Folha Dirigida analisou para você o edital do último concurso, de 2012


O concurso TRF5 é um dos mais aguardados no Nordeste. A organizadora já foi escolhida - será a Fundação Carlos Chagas. As vagas serão para técnicos (nível médio) e analistas judiciários (superior), e abrangerão Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe. Enquanto o novo edital não sai, que tal conferir uma análise aprofundada do último concurso?
 
Concurso TRF5: expectativa é de edital em breve

Análise do último concurso TRF5

O último concurso foi realizado em 2012 também pela FCC, o que aumenta as expectativas de que ambas as seleções tenham algumas semelhanças. Na ocasião, as ofertas foram para cadastro de reserva nos níveis médio e superior.
 
No cargo de técnico judiciário, as oportunidades eram na área administrativa, que exigia apenas nível médio, e área administrativa com especialidade em Segurança e Transporte, que exigia nível e carteira de habilitação nas categorias D e E. 
 
Já para o cargo de analista, as ofertas eram nas áreas judiciárias, área judiciária com especialidades em Execução de Mandatos e área administrativa. Para se candidatar era necessário bacharelado em Direito, com exceção de analista da área administrativa, cujo requisito era curso superior em qualquer área. 
 
Os candidatos passaram por provas objetivas de 50 (nível médio) e 60 questões (nível superior) sobre Língua Portuguesa, Atos Normativos e conhecimentos específicos. Além disso, foram aplicadas provas discursivas, práticas e de capacidade física, dependendo do cargo escolhido. 
 
 
Todas as etapas foram realizadas nas capitais Recife, João Pessoa, Natal, Fortaleza, Maceió e Aracaju. Já na parte escrita, houve uma redação de 20 a 30 linhas. 

Conteúdos específicos de cada cargo 

Analista Judiciário–Área Judiciária: Direito do Consumidor, Direito Ambiental, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Tributário e Direito Previdenciário. 
 
Analista Judiciário–Área Judiciária com especialidade de Execução de Mandatos: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal e Direito Processual Penal. 
 
Analista Judiciário–Área Administrativa: Noções de Administração, Noções de Administração Pública, Noções de Administração Financeira e Orçamentária e Noções de Gestão de Pessoas. 
 
Técnico Judiciário–Área Administrativa com especialidade em Segurança e Transporte: Noções de Administração Pública, Noções de Direito Constitucional (Conhecimentos gerais), Segurança de Dignitários e Noções de Planejamento de Segurança. 
 
Técnico Judiciário–Área Administrativa: Noções de Administração, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Administração Financeira e Orçamentária e Noções de Gestão de Pessoas. 
 
Em 2012 foram 90.089 inscritos, sendo a maior concorrência para o cargo de técnico na área administrativa na seção judiciária de Pernambuco (10.005 inscritos), e a menor na função de técnico com especialidade em Segurança e Transporte na seção judiciário do Rio Grande do Norte (785 inscritos). 

Concurso TRF5 2017: números de cargos dobraram 

  

Por: Laís Gomes - [email protected]

CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações