Entrar Assine

Notícia principal

Técnico e analista: salários atuais de R$6.224 e R$9.662


A Comissão do Concurso para o Tribunal Regional do Trabalho de Sergipe (TRT20) segue trabalhando na elaboração do Termo de Referência do edital. Diariamente a Comissão vem desenvolvendo o documento que conterá, entre outras informações, a quantidade de vagas a serem preenchidas no órgão. O Termo de Referência, assim que finalizado, será enviado ao presidente da Comissão para obter a sua avaliação, podendo ser aprovado ou não. O presidente ainda pode inserir ou excluir cargos até a publicação do edital.

No que diz respeito aos cargos comtemplados, a probabilidade é de que sejam os mesmos oferecidos no último concurso — técnico judiciário da área administrativa, analista judiciário nas áreas judiciária e execução de mandados (ambos exigindo formação em Direito), Contabilidade e Odontologia —realizado em 2011, sob organização da Fundação Carlos Chagas (FCC). Atualmente, as remunerações são de R$6.224,79 e R$9.662,84 para técnico (nível médio) e analista judiciário (superior), respectivamente.
 
Quanto ao número de vagas, é possível ter um parâmetro de acordo com o Relatório de Gestão de 2015 do órgão. O documento informa que dos 450 servidores efetivos (36 juízes e 414 em cargos da área administrativa), 122 já possuem idade superior a 51 anos, o que possibilita um alto número de aposentadorias nos próximos anos. Além disso, a oferta de vagas em concursos da Justiça do Trabalho costuma ser mais simbólica. Isso porque os tribunais costumam convocar muitos aprovados durante o prazo de validade de seus concursos, que costumam ser de dois anos, podendo dobrar.

O último concurso realizado pelo TRT-SE ocorreu em 2011, sob organização da Fundação Carlos Chagas (FCC). A seleção reuniu 22.651 inscritos e compreendeu provas objetivas com 60 questões, sendo 20 de Conhecimentos Gerais e 40 de Conhecimentos Específicos. Houve ainda redação para técnico judiciário da área administrativa, analista da área judiciária e analista em execução de mandados. Já para analista em Contabilidade foi cobrado também um estudo de caso.

Para técnico judiciário da área administrativa, as provas foram sobre Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Civil, Noções de Direito Processual Civil, Noções de Direito do Trabalho e Noções de Direito Processual do Trabalho.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações