Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Processo seletivo UPA-RJ com 368 vagas é suspenso

Processo seletivo UPA-RJ com 368 vagas é suspenso

Resumo: A Associação Mahatma Gandhi publicou comunicado suspendendo o processo seletivo com 368 vagas para quatro UPAS no Rio de Janeiro.


Nesta sexta-feira, 12, a Associação Mahatma Gandhi divulgou a suspensão do processo seletivo UPA-RJ. No total, os editais oferecem 368 vagas para atuação nas Unidades de Pronto Atendimento 24 horas de Bangu, Marechal Hermes, Realengo e Ricardo de Albuquerque, no Rio de Janeiro.  
Segundo o comunicado da Organização Social de Saúde, por motivos de adequação no edital de seleção “o processo seletivo está temporariamente paralisado a partir desta data, durante o período às revisões pendentes”.
 
No informe, a Associação Mahatma Gandhi ainda “assegura o direito de participar do processo aos inscritos que tenham interesse em aguardar estas adequações do edital, bem como a devolução das taxas a quem preferir”.  Para os candidatos que desejam mais informações foi disponibilizado o telefone (22)2726-3252.
 
UPA
No dia 8 de janeiro, a Associação Mahatma Gandhi publicou
quatro editais com 368 vagas
 
Procurada pela FOLHA DIRIGIDA, a Organização Social explicou que as adequações serão em torno das provas de títulos. Está sendo estudada a inclusão da análise de experiência em Unidades de Pronto Atendimento também para os cargos de nível médio.
 
 
Sobre a retomada do processo seletivo, a Associação Mahatma Gandhi informou que só poderá divulgar novos prazos a partir de segunda-feira, 15.

Processo seletivo oferece vagas para todos os níveis

As oportunidades do processo seletivo UPA-RJ são para todos os níveis de escolaridade e os ganhos chegam a R$2.899,79. Os aprovados ainda têm direito a vale-transporte e alimentação no local.   
 
Para nível fundamental completo há 10 vagas, em cada unidade, para auxiliar de limpeza diurno ou noturno. Já para nível médio, a oferta é para os cargos de auxiliar administrativo diurno ou noturno (16 vagas por unidade), maqueiro diurno ou noturno (seis), porteiro/vigilante diurno ou noturno (10), técnico em enfermagem diurno/noturno (30).
 
Enquanto para nível superior a oferta é para as funções de assistente social (uma vaga por unidade), enfermeiro diurno ou noturno (14), farmacêutico diurno ou noturno (quatro).

Candidatos serão avaliados por provas objetivas e de títulos

De acordo com os editais publicados, todos os concorrentes realizarão provas objetivas no dia 4 de fevereiro. No total, serão cobradas 40 questões distribuídas entre Conhecimentos Gerais, Específicos e do SUS, a depender do cargo.
 
 
Somente os inscritos aos cargos de nível superior também estarão submetidos a avaliação de títulos, que deverão ser entregues no mesmo dia da prova objetiva. No vídeo abaixo, confira tudo o que você precisa saber sobre a prova de títulos



Diretor garante transparência no processo seletivo

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o diretor executivo da Associação Mahatma Gandhi, Sidiney Costa garantiu que “esse processo seletivo é uma grande conquista, para mostrar total transparência na contratação de colaboradores para atuarem junto conosco na organização social”.
 
Ele completou que essa “não é uma situação corriqueira, porque geralmente se faz seleção de currículo. Mas, para dar um tratamento igualitário, optamos por fazer um processo seletivo efetivo, com provas e títulos. Para mostrar a maior lisura, maior transparência para contratar colaboradores”.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações