Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Câmara de Itaúba-MT realiza concurso para assessor jurídico

Há vaga para admissão imediata além de formação de cadastro de reserva.


A Câmara Municipal de Itaúba (MT), localizada a 571Km de Cuiabá, realiza concurso para o cargo de assessor jurídico, que exige ensino superior.  A jornada é de 30 horas semanais e a remuneração de R$2.500. O processo seletivo dispõe de uma vaga para início imediato, mas oferece cadastro de reserva.

Caso sejam abertas novas vagas durante o período de validade do concurso, que é de dois anos contados da data da homologação do resultado final, os candidatos poderão ser convocados conforme sua classificação na lista de aprovados. A disponibilidade de vagas futuras será divulgada no Jornal Oficial dos Municípios, ficando sob responsabilidade do candidato o acompanhamento da seleção.

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 17 de outubro até o dia 17 de novembro. Para realizar a inscrição, o candidato deverá acessar o site da W2 Auditores e Consultores, organizadora do concurso, preencher os campos necessários e imprimir o boleto de R$120, referente à taxa de inscrição.

A isenção da taxa poderá ser solicitada no site da W2 Auditores e Consultores mediante o envio da documentação exigida no edital do concurso. Poderão solicitar a isenção da taxa, candidatos que comprovarem baixa renda, desempregados, estagiários, pensionistas, entre outros.

A primeira etapa do processo seletivo será a realização da prova objetiva de múltipla escolha, seguido pela avaliação de títulos e por fim, a comprovação de requisitos e exames médicos. Esta última fase será realizada após a homologação do concurso, sob responsabilidade da Câmara Municipal. Todas as etapas serão em Itaúba (MT).

A prova objetiva terá 40 questões divididas em assuntos de Português, Conhecimentos Gerais e Específicos. A realização da prova está prevista para o dia 4 de dezembro, com duração máxima de três horas. Candidatos que desejarem solicitar recursos contra os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas, poderão fazer a contestação até dois dias após a divulgação do resultado.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações